Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pentágono se diz pronto para admitir ter muitos 'criminosos' nas suas tropas

Depois que uma série de terríveis desastres de relações públicas que expôs soldados de elite dos EUA sendo presos por posse de drogas, abuso, estupro e assassinato, o Pentágono está reprimindo questões disciplinares em seu Comando de Operações Especiais, segundo um novo relatório.
Sputnik

Com "alegações de falta grave" acumulando-se altas demais para serem ignoradas após duas décadas de guerra, o general Raymond "Tony" Thomas, chefe do Comando de Operações Especiais, e Owen West, chefe de Operações Especiais e Conflito de Baixa Intensidade do Pentágono, esboçaram um ambicioso plano de 90 dias para descobrir como o corpo de elite militar se perdeu.


O primeiro de seu tipo, a avaliação profissional pretende "rever e reforçar os padrões éticos e de conduta", segundo documentos adquiridos pelo jornal The Washington Times.

"O primeiro passo em qualquer programa de tratamento é admitir que você tem um problema", disse uma autoridade do Comando de Operações…

Paris nega envolvimento no desaparecimento do avião russo na Síria

A França não está envolvida no desaparecimento do avião russo Il-20 com 14 pessoas a bordo no espaço aéreo da Síria, segundo afirmou o coronel francês, Patrik Steiger.


Sputnik

"Negamos qualquer envolvimento", declarou o porta-voz da Defesa francesa.

Avião militar russo Ilyshin-20 (imagem ilustrativa)
CC BY-SA 2.0 / Dmitry Terekhov / Ilyushin IL-20

Há pouco, militares sediados em Hmeymim, na Síria, informaram que o avião russo Il-20 teria desaparecido dos radares na região, com 14 soldados a bordo, enquanto sobrevoava o mar Mediterrâneo.

Vale destacar que o incidente ocorreu na mesma hora quando sistemas russos de controle do espaço aéreo detectaram o lançamento de mísseis a partir da fragata francesa Auvergne, localizada no mar Mediterrâneo. Até o momento, não há informações sobre qualquer relação entre os dois casos.

Entretanto, os EUA acreditam que o avião russo Ilyushin-20 foi acidentalmente derrubado por disparos da artilharia síria, segundo indica uma fonte militar estadunidense.

O avião Il-20 desapareceu dos radares em 17 de setembro, por volta das 23h do horário de Moscou, (17h em Brasília) durante o retorno planejado à base aérea de Hmeymim, acima do território do mar Mediterrâneo, a 35 quilômetros da costa da Síria, informou o comunicado do Ministério da Defesa da Rússia.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas