Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Paris nega envolvimento no desaparecimento do avião russo na Síria

A França não está envolvida no desaparecimento do avião russo Il-20 com 14 pessoas a bordo no espaço aéreo da Síria, segundo afirmou o coronel francês, Patrik Steiger.


Sputnik

"Negamos qualquer envolvimento", declarou o porta-voz da Defesa francesa.

Avião militar russo Ilyshin-20 (imagem ilustrativa)
CC BY-SA 2.0 / Dmitry Terekhov / Ilyushin IL-20

Há pouco, militares sediados em Hmeymim, na Síria, informaram que o avião russo Il-20 teria desaparecido dos radares na região, com 14 soldados a bordo, enquanto sobrevoava o mar Mediterrâneo.

Vale destacar que o incidente ocorreu na mesma hora quando sistemas russos de controle do espaço aéreo detectaram o lançamento de mísseis a partir da fragata francesa Auvergne, localizada no mar Mediterrâneo. Até o momento, não há informações sobre qualquer relação entre os dois casos.

Entretanto, os EUA acreditam que o avião russo Ilyushin-20 foi acidentalmente derrubado por disparos da artilharia síria, segundo indica uma fonte militar estadunidense.

O avião Il-20 desapareceu dos radares em 17 de setembro, por volta das 23h do horário de Moscou, (17h em Brasília) durante o retorno planejado à base aérea de Hmeymim, acima do território do mar Mediterrâneo, a 35 quilômetros da costa da Síria, informou o comunicado do Ministério da Defesa da Rússia.

Comentários

Postagens mais visitadas