Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Capacetes brancos preparam novas provocações na Síria, diz enviado russo na ONU

Membros dos Capacetes Brancos estão preparando novas provocações com substâncias tóxicas na Síria, disse o vice-embaixador russo na ONU, Vladimir Safronkov, nesta quarta-feira (24) na reunião do Conselho de Segurança da ONU.
Sputnik

Safronkov observou que os Capacetes Brancos acusariam o governo sírio pelo uso de tais substâncias.

Mais cedo nesta quarta-feira (24), o Major General Viktor Kupchishin, chefe do Centro Russo para a Reconciliação Síria, argumentou que funcionários da mídia estrangeira na província síria de Hama conduziram uma filmagem falsa da "morte" de uma família supostamente devido ao uso de armas químicas pelas tropas sírias.

Em diversas ocasiões, Moscou e Damasco apontaram que os Capacetes Brancos estavam produzindo provocações envolvendo o uso de armas químicas com o objetivo de culpar o governo da Síria e dar aos países ocidentais justificativas para a intervenção no país.
A estratégia de encenar ataques para usá-los como falsa bandeira tem sido usada repetida…

Porta-aviões Harry S. Truman se junta à 6ª Frota da Marinha dos EUA

O grupo de ataque do porta-aviões Harry S. Truman iniciou a última fase de sua adesão à 6ª Frota da Marinha dos EUA, que é responsável pelo grupo de operações na Europa e na África. O anúncio foi feito pela própria instituição militar nesta terça-feira (18).


Sputnik

Conforme divulgado em comunicado à imprensa pela Marinha norte-americana, o grupo de ataque é composto pelo navio-almirante Classe Nimitz, o porta-aviões USS Harry S. Truman; nove esquadrões do Carrier Air Wing 1; o cruzador USS Normandy; e os dois destróieres Classe Arleigh Burke, USS Arleigh Burke e USS Forrest Sherman.

Porta-aviões USS Nimitz Harry S. Truman
Porta-aviões norte-americano USS Harry S. Truman © AP Photo / Fabrizio Bensch/Pool

A Marinha dos EUA explicou que ativos adicionais do grupo de ataque na região incluiriam os destróieres Classe Arleigh Burke, Bulkeley e Farragut.

O grupo de ataque saiu de Norfolk em agosto, completando exercícios e qualificações no Atlântico, para incluir participação em operações ao lado do porta-aviões Classe Nimitz Abraham Lincoln (CVN 72) e operações bilaterais ao lado da Marinha Real do Canadá, afirmou o comunicado.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas