Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pentágono nega que avião russo tenha 'expulsado' bombardeiro americano do Báltico

O Pentágono não concorda que o bombardeiro estratégico norte-americano B-52H tenha sido expulso por um caça russo Su-27 sobre o mar Báltico, comunicou à Sputnik o representante da entidade militar americana Eric Pahon.
Sputnik

"O avião da Força Aérea dos EUA B-52H realizava operações rotineiras no espaço aéreo internacional segundo o princípio da liberdade de navegação e de voo. Em 20 de março, o B-52H teve um encontro ordinário com um Su-27 russo que efetuava operações sobre o mar Báltico", esclareceu o porta-voz do Pentágono.

Pahon acrescentou que o Su-27 não expulsou o B-52H, que conseguiu completar a sua missão.

Na véspera, o Ministério da Defesa da Rússia publicou um vídeo de caças russos escoltando um bombardeiro estratégico americano Boeing B-52H sobre as águas neutras do mar Báltico. Segundo o comunicado, dois caças Su-27 levantaram voo para identificar e acompanhar a aeronave dos EUA.

De acordo com o Ministério, após o B-52H ter mudado de trajetória, distanciando-se da f…

Pyongyang descarta plano de desnuclearização americano por ser 'mafioso', relata mídia

A Coreia do Norte não concorda com o plano norte-americano de desnuclearização da península coreana por o considerar como "mafioso", comunica uma das principais emissoras norte-americanas, citando fontes diplomáticas.


Sputnik

"A Coreia do Norte rejeitou todas essas propostas por as considerar como mafiosas. Foi isso que a fonte falou", comunica a CNN.

Tela de televisão mostrando presidente norte-americano Donald Trump e líder norte-coreano Kim Jong-un em Seul, Coreia do Sul
© AP Photo / Ahn Young-joon

De acordo com os interlocutores do canal estadunidense, Washington continua fazendo "propostas concretas para o começo e a realização completa e verificável da desnuclearização".

Assim, comunica a fonte, as autoridades norte-coreanas acreditam que já fizeram suficientes "atos de boa vontade" para isso, mas os EUA não respondem da mesma forma.

Enquanto os EUA exigem uma desnuclearização completa e verificável, prometendo manter as sanções norte-americanas até que haja resultados nesse campo, a Coreia do Norte diz que empreenderá novos passos apenas após o levantamento das sanções e a celebração de um acordo de paz.

Um dos funcionários entrevistados pela emissora estadunidense afirmou que a continuação das negociações entre os EUA e a Coreia do Norte depende da vontade de Washington de dar um "passo corajoso" e concordar em assinar o respectivo tratado.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas