Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China desenvolve 2 novos bombardeiros furtivos ao mesmo tempo, diz inteligência americana

A Força Aérea da China, que já tem dois caças furtivos, está trabalhando em dois novos projetos de aviões furtivos de médio e longo alcance, informou um relatório da inteligência militar dos EUA.
Sputnik

Os fabricantes de aviões chineses estão envolvidos em dois projetos de bombardeiros furtivos ao mesmo tempo, informou a edição Aviation Week, citando um relatório da Agência de Inteligência do Departamento de Defesa dos EUA.


A existência de um desses projetos, H-20 ou H-X, foi confirmada pela Força Aérea Chinesa em 2017. Entretanto, não foi divulgada nenhuma informação confiável sobre o segundo projeto.

De acordo com o Pentágono, o segundo projeto, designado JH-XX, envolve o desenvolvimento de um caça-bombardeiro de médio alcance. O avião será equipado com radar AESA, mísseis ar-ar e mísseis ar-terra. Os especialistas em inteligência militar estadunidense acreditam que essa aeronave entrará em serviço da Força Aérea chinesa não antes de 2025.

No desenvolvimento desses novos aviões de comba…

Pyongyang descarta plano de desnuclearização americano por ser 'mafioso', relata mídia

A Coreia do Norte não concorda com o plano norte-americano de desnuclearização da península coreana por o considerar como "mafioso", comunica uma das principais emissoras norte-americanas, citando fontes diplomáticas.


Sputnik

"A Coreia do Norte rejeitou todas essas propostas por as considerar como mafiosas. Foi isso que a fonte falou", comunica a CNN.

Tela de televisão mostrando presidente norte-americano Donald Trump e líder norte-coreano Kim Jong-un em Seul, Coreia do Sul
© AP Photo / Ahn Young-joon

De acordo com os interlocutores do canal estadunidense, Washington continua fazendo "propostas concretas para o começo e a realização completa e verificável da desnuclearização".

Assim, comunica a fonte, as autoridades norte-coreanas acreditam que já fizeram suficientes "atos de boa vontade" para isso, mas os EUA não respondem da mesma forma.

Enquanto os EUA exigem uma desnuclearização completa e verificável, prometendo manter as sanções norte-americanas até que haja resultados nesse campo, a Coreia do Norte diz que empreenderá novos passos apenas após o levantamento das sanções e a celebração de um acordo de paz.

Um dos funcionários entrevistados pela emissora estadunidense afirmou que a continuação das negociações entre os EUA e a Coreia do Norte depende da vontade de Washington de dar um "passo corajoso" e concordar em assinar o respectivo tratado.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas