Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares revelam como suas vidas foram destruídas pelo Exército dos EUA

O Twitter oficial do Exército dos EUA realizou uma pesquisa para averiguar como o serviço impactou a vida de seus militares.
Sputnik

Atualmente, mais de 9.000 pessoas já compartilharam suas opiniões. Apesar de constatarem que o serviço no Exército fortalece fisicamente e emocionalmente as pessoas, dando algum sentido às suas vidas e abrindo perspectivas profissionais, há muitos outros comentários com declarações céticas e críticas sobre a influência do Exército dos EUA no mundo, no país e na sua vida pessoal.

Várias pessoas compartilharam histórias de seus familiares que cometeram suicídio, sofreram de transtorno por estresse pós-traumático, passaram por mudanças radicais de caráter e comportamento ou deixaram de ser saudáveis depois de participarem em ações militares dos EUA.

Além disso, há aqueles cujos familiares ou eles próprios foram abusados durante o serviço.

Outros usuários recordaram que os horrores da guerra deixam cicatrizes na mente.

Diversos outros usuários da rede social compa…

Pyongyang descarta plano de desnuclearização americano por ser 'mafioso', relata mídia

A Coreia do Norte não concorda com o plano norte-americano de desnuclearização da península coreana por o considerar como "mafioso", comunica uma das principais emissoras norte-americanas, citando fontes diplomáticas.


Sputnik

"A Coreia do Norte rejeitou todas essas propostas por as considerar como mafiosas. Foi isso que a fonte falou", comunica a CNN.

Tela de televisão mostrando presidente norte-americano Donald Trump e líder norte-coreano Kim Jong-un em Seul, Coreia do Sul
© AP Photo / Ahn Young-joon

De acordo com os interlocutores do canal estadunidense, Washington continua fazendo "propostas concretas para o começo e a realização completa e verificável da desnuclearização".

Assim, comunica a fonte, as autoridades norte-coreanas acreditam que já fizeram suficientes "atos de boa vontade" para isso, mas os EUA não respondem da mesma forma.

Enquanto os EUA exigem uma desnuclearização completa e verificável, prometendo manter as sanções norte-americanas até que haja resultados nesse campo, a Coreia do Norte diz que empreenderá novos passos apenas após o levantamento das sanções e a celebração de um acordo de paz.

Um dos funcionários entrevistados pela emissora estadunidense afirmou que a continuação das negociações entre os EUA e a Coreia do Norte depende da vontade de Washington de dar um "passo corajoso" e concordar em assinar o respectivo tratado.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas