Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Mídia europeia explica como sistema russo S-400 se tornou 'hit de exportações'

Os sistemas russos de defesa antiaérea S-400 têm gerado cada vez mais interesse por parte dos outros países e se tornaram mesmo um "hit de exportações" no mercado internacional de armamentos, opina a mídia alemã.
Sputnik

Segundo escreveu o jornal Die Welt, a China adquiriu este sistema em janeiro deste ano, a Turquia irá recebê-lo no ano que vem e, em outubro passado, a Índia passou também a estar entre os importadores desta arma, assinando um contrato no valor de mais de 5 bilhões de dólares (quase 19 bilhões de reais) com a empresa estatal russa de exportação de armas.


Em opinião dos especialistas citados pela edição, no que tange às características técnicas, os complexos S-400 superam os análogos norte-americanos. Em particular, os S-400 são capazes de eliminar alvos diferentes em altitudes de até 30 quilômetros, em um raio de 400 quilômetros, podendo ser equipados com mísseis de alcances diferentes.

Já o conhecido sistema norte-americano Patriot, instalado inclusive na Europ…

Rússia desenvolve novo caça VTOL embarcado

A Rússia está desenvolvendo um novo caça de decolagem e pouso vertical (VTOL – Vertical Take-Off and Landing) sob instruções do presidente russo, Vladimir Putin, disse o vice-premiê russo Yuri Borisov no final de agosto.


Poder Aéreo

“Este trabalho foi realmente incluído no programa de rearmamento do Estado. Ele foi iniciado seguindo instruções do comandante supremo das Forças Armadas russas. Modelos conceituais e protótipos estão sendo desenvolvidos no estágio atual”, disse Borisov.

Yakovlev Yak-141
Yakovlev Yak-141

Ele ressaltou que os projetistas estavam criando um novo jato em vez de modificar aeronaves existentes.

“Não há dúvida de que todos os porta-aviões precisarão de uma nova frota de aeronaves no futuro. Essa é a razão pela qual várias tecnologias estão sendo usadas para garantir a decolagem e pouso curto ou apenas a decolagem”, afirmou Borisov.

“O Ministério da Defesa da Rússia está envolvido nesse tipo de trabalho conceitual desde o ano passado”, acrescentou o vice-primeiro-ministro.

Visão em corte do Yakovlev Yak-141

Segundo Borisov, os prazos concretos dependerão de um ciclo tecnológico. “Como regra, leva de 7 a 10 anos se a produção em série for lançada”, disse ele.

No verão de 2017, Borisov, que era o vice-ministro da Defesa da Rússia na época, disse que o Ministério da Defesa e os fabricante de aeronaves estavam discutindo a criação de uma aeronave de decolagem e pouso vertical para o futuro cruzador de aeronaves. Ele então esclareceu que o jato de combate seria desenvolvido de uma linha de aeronaves VTOL do Yakovlev Design Bureau.

FONTE: TASS

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas