Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa russa: avião Il-20 foi derrubado por mísseis sírios S-200

De acordo com o ministério russo, o sistema de defesa aérea sírio tentava atacar um avião de Israel. No entanto, a tripulação israelense fez uma manobra especial para se proteger, e o míssil acabou atingindo acidentalmente o avião russo Il-20.
Sputnik

O avião Il-20 desapareceu dos radares em 17 de setembro, por volta das 23h do horário de Moscou, (17h em Brasília) durante o retorno planejado à base aérea de Hmeymim, acima do território do mar Mediterrâneo, a 35 quilômetros da costa da Síria, informou o comunicado do Ministério da Defesa da Rússia. O represente oficial da Defesa russa, Igor Konashenkov sublinhou que os aviões israelenses "propositalmente criaram uma situação perigosa para navios e aviões nessa região".

Na opinião dele, para evitar o ataque sírio, a tripulação israelense acabou tornando o Ilyushin-20 alvo de ataque.

"Ao tentarem proteger-se com ajuda do avião russo, os pilotos israelenses o puseram debaixo de fogo do sistema de defesa antiaérea da Síria"…

Rússia diz que os EUA lançaram bombas de fósforo contra o Deir ez-Zor, na Síria

Dois jatos F-15 dos EUA realizaram ataques usando bombas de fósforo proibidas na província de Deir ez-Zor, no último sábado, segundo o Centro Russo de Reconciliação Síria.


Sputnik

Os ataques tinham como alvo o assentamento de Hadjin e lançaram mão de munições incendiárias de fósforo. Como resultado dos ataques, grandes incêndios foram observados.

Caça norte-americana F-15 Eagle
CC0 / Departamento de Defesa dos EUA / F-15 Eagle

"Informações sobre vítimas e feridos estão sendo determinadas", declarou o major-general Vladimir Savchenko, observando que o uso de armas com fósforo branco é proibido por um protocolo adicional à Convenção de Genebra de 1949.

A coalizão de mais de 70 países liderada pelos EUA está conduzindo operações militares contra o Daesh na Síria e no Iraque.

Em agosto, o ex-comandante da Assembleia Militar Deir ez-Zor da Síria, Fayez Esmer, afirmou que o Pentágono estava se preparando para montar um escudo antimísseis nas cidades nortenhas de Al-Hasakah e Rmelan, na Síria.

Em abril, a mídia informou que o Daesh conseguiu capturar os campos de petróleo na província de Deir ez-Zor, no leste da Síria, que era seu antigo reduto, com o grupo usando os campos de petróleo para levantar fundos para seu Estado terrorista.

Esta não é a primeira vez que a coalizão liderada pelos EUA é acusada de realizar ataques aéreos contra Deir ez-Zor.

Em 2017, ataques aéreos dos EUA mataram seis civis, incluindo três crianças.

Damasco acusou a coalizão de usar fósforo branco, proibido pela convenção internacional, para danificar a infraestrutura e matar civis.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas