Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares juntam-se à polícia em protesto dos "coletes amarelos". Há 31 detidos

Os militares da operação antiterrorista "Sentinela" foram mobilizados para proteger as principais instituições francesas. Ao final da manhã, os coletes amarelos eram ainda em pequeno número na capital e quase invisíveis entre a população.
Diário de Notícias

As forças armadas francesas juntaram-se à polícia, este sábado, em Paris, para enfrentar o 19º fim de semana consecutivo de protestos dos coletes amarelos contra o governo do presidente Emmanuel Macron. Ao final da manhã, com os locais habituais de manifestação interditos e o reforço militar junto às principais instituições francesas, os "coletes amarelos" passavam quase despercebidos entre turistas e parisienses.

Segundo a Reuters, o governo francês decidiu mobilizar os militares da operação antiterrorista "Sentinela", depois de ter proibido os manifestantes de se reunirem nos Campos Elísios, onde no último fim de semana dezenas de lojas foram destruídas e algumas completamente pilhadas.

Além da presença …

Rússia pode exportar porta-helicópteros, diz ministro russo

Os construtores navais russos estão prontos para construir navios porta-helicópteros para países estrangeiros em caso de pedidos relevantes, disse à Sputnik o ministro da Indústria e Comércio da Rússia, Denis Manturov.


Sputnik

"Só posso dizer que somos realmente capazes de construir porta-helicópteros e vendê-los a clientes, incluindo estrangeiros, que tenham interesse nisso", disse Manturov.

The Russian Krylov State Research Center has developed a helicopter carrier project to replace the Mistral-class warships that were not delivered by France, a high-ranking official in the Russian military industrial complex said Friday
© Sputnik / Igor Zarembo

O desenvolvimento da tecnologia tornou-se uma necessidade. A Rússia planejava comprar navios de assalto anfíbios da classe Mistral da França, mas o contrato de 1,2 bilhão de euros foi oficialmente encerrado em 2015 devido às sanções contra a Rússia.

Já em agosto, Manturov disse à Sputnik que a Rússia construiria navios de assalto anfíbio capazes de transportarem helicópteros.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas