Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Rússia realiza lançamento dos novíssimos mísseis antinavio Kh-35U

Caças-bombardeiros Su-34 realizaram um exercício de lançamento dos mais recentes mísseis antinavio Kh-35U no polígono da Frota do Pacífico, relatou o Ministério da Defesa da Rússia.


Sputnik

"Como parte da realização de missões de treinamento no polígono marítimo da Frota do Pacífico, caças-bombardeiros multifuncionais Su-34 realizaram lançamentos dos mais novos mísseis antinavio Kh-35U", indica o relatório.

Resultado de imagem para Kh-35U
Sukhoi Su-34 com o míssil Kh-35U | Reprodução

Os lançamentos foram realizados com múltiplos alvos simultâneos, simulando um grupo de navios. O Ministério da Defesa observou que foram efetuados lançamentos individuais e múltiplos em várias trajetórias de voo.

"No total foram feitos oito lançamentos. Todos os mísseis atingiram os alvos com sucesso", destacou o departamento.

Segundo o Ministério da Defesa, o míssil antinavio Kh-35U foi projetado para eliminar alvos de superfície de várias classes sem a entrada dos portadores na zona de ação do sistema de defesa antiaérea.

O seu alcance máximo é superior a 250 quilômetros. O ministério sublinhou que o impacto de um desses mísseis seria suficiente para destruir um moderno navio de combate da classe corveta.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas