Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Irã ameaça romper limite de reservas de urânio; entenda o que país pode fazer se sair de acordo nuclear

Sem regulação, país pode adotar equipamentos mais modernos e rápidos e ampliar volume de enriquecimento de material que pode ser usado em armas nucleares. Acordo foi firmado em 2015 entre Irã e mais seis países, mas Trump retirou EUA em maio de 2018.
Associated Press

O Irã anunciou que irá exceder o limite de reservas de urânio determinado pelo acordo nuclear de 2015, ampliando as tensões no Oriente Médio.

O prazo de 27 de junho dado por Teerã vem antes de outra data limite, 7 de julho, para que a Europa apresente melhores termos para que o país permaneça no acordo. Se essa segunda data passar sem nenhuma ação, o presidente iraniano Hassan Rouhani diz que a república islâmica irá provavelmente retomar o alto enriquecimento de urânio.

Veja a seguir em que situação está o programa nuclear do Irã atualmente:

O acordo nuclear

O Irã fechou um acordo nuclear em 2015 com Estados Unidos, França, Alemanha, Reino Unido, Rússia e China. O acordo, formalmente conhecido como Plano de Ação Conjunto Abran…

S-400 russos assumem controle total sobre espaço aéreo do mar Negro

A terceira divisão de mísseis russos S-400 Triumph, recentemente posicionada na Crimeia, aumenta significativamente a defesa aérea da região, segundo assegura tenente coronel russo Aleksandr Taranov.


Sputnik

Nas palavras do comandante da divisão, após os complexos entrarem em serviço, "a fronteira abrangendo os pontos de posicionamento das unidades de defesa antiaérea aumentou".

Sistema de mísseis S-400
S-400 Triumph © Sputnik / Igor Zarembo

Consequentemente, a área de controle do espaço aéreo ao redor da península também aumentou, sublinhou Taranov em entrevista ao jornal militar russo Krasnaya Zvezda.

"Atualmente rastreamos em regime máximo todo o mar Negro, a partir das direções norte e ocidental", destacou.

Há poucos dias, foi informado que uma terceira divisão do sistema de mísseis russo S-400 Triumph entrou em serviço na cidade de Eupatória, na Crimeia.

O complexo russo S-400 Triumph é destinado a interceptar todos os meios de ataque aéreos modernos, inclusive bombardeiros estratégicos, mísseis balísticos e de cruzeiro, bem como atingir alvos terrestres. O sistema é capaz de interceptar alvos a uma distância de até 600 quilômetros, eliminá-los a 400 quilômetros e na altitude de 30 quilômetros.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas