Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil prevê inaugurar estação na Antártica em 2020, oito anos após incêndio

Obra é executada por uma empresa chinesa e, segundo a Marinha, se aproxima do final. Incêndio em 2012 destruiu estação, e dois militares morreram.
Por Guilherme Mazui | G1 — Brasília

Passados sete anos desde o incêndio que destruiu a Estação Antártica Comandante Ferraz, a Marinha prevê inaugurar a nova estação em março de 2020.

Executada pela empresa chinesa Ceiec, a obra se aproxima do final, segundo a Marinha, que prevê concluir as obras civis e a instalação de máquinas e mobiliário até 31 de março, iniciando um período de testes do complexo científico até março de 2020. Após os testes, a estação poderá receber militares e pesquisadores.

"A previsão de inauguração é março de 2020, quando os pesquisadores e o Grupo-Base [de militares] deverão ocupar em definitivo as instalações da nova Estação Antártica Comandante Ferraz", informou a Marinha ao G1.

Com investimento de US$ 99,6 milhões, o complexo receberá profissionais que atuam no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), criad…

S-400 russos assumem controle total sobre espaço aéreo do mar Negro

A terceira divisão de mísseis russos S-400 Triumph, recentemente posicionada na Crimeia, aumenta significativamente a defesa aérea da região, segundo assegura tenente coronel russo Aleksandr Taranov.


Sputnik

Nas palavras do comandante da divisão, após os complexos entrarem em serviço, "a fronteira abrangendo os pontos de posicionamento das unidades de defesa antiaérea aumentou".

Sistema de mísseis S-400
S-400 Triumph © Sputnik / Igor Zarembo

Consequentemente, a área de controle do espaço aéreo ao redor da península também aumentou, sublinhou Taranov em entrevista ao jornal militar russo Krasnaya Zvezda.

"Atualmente rastreamos em regime máximo todo o mar Negro, a partir das direções norte e ocidental", destacou.

Há poucos dias, foi informado que uma terceira divisão do sistema de mísseis russo S-400 Triumph entrou em serviço na cidade de Eupatória, na Crimeia.

O complexo russo S-400 Triumph é destinado a interceptar todos os meios de ataque aéreos modernos, inclusive bombardeiros estratégicos, mísseis balísticos e de cruzeiro, bem como atingir alvos terrestres. O sistema é capaz de interceptar alvos a uma distância de até 600 quilômetros, eliminá-los a 400 quilômetros e na altitude de 30 quilômetros.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas