Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Silencioso e mortífero: revista dos EUA elogia novo rifle russo

De acordo com a revista norte-americana Popular Mechanics, os engenheiros russos conseguiram criar um dos rifles de precisão mais mortíferos do mundo. Trata-se da última modificação do MTs-116M, compatível com cartuchos silenciosos de 12,7 mm.


Sputnik

A particularidade única da arma deve-se à sua alta capacidade de penetração, ao mesmo tempo que é completamente silenciosa. Em sua versão básica, o rifle, destinado a unidades especiais para combate em condições urbanas, foi elaborado ainda em 1997, sendo compatível com cartuchos de 7,62 mm e tendo um alcance eficaz de tiro de até 800 metros.

Rifle MTs-116M
Rifle MTs-116M © Sputnik / Mudar Orudzhev

A nova versão da arma, apresentada no decorrer do fórum ARMY 2018, possui características qualitativas fundamentalmente diferentes, escreve a revista.

De acordo com especialistas, os engenheiros russos foram colocados perante uma tarefa extremamente complicada, já que fazer uma arma de calibre 12,7 mm disparar silenciosamente é muito difícil, apontou a Popular Mechanics.

Segundo analistas, o rifle apresentado pode dar início a uma geração de armas que utilizam princípios de disparo silencioso. Eles ressaltam que a criação do rifle reafirmou a posição da Rússia como um dos líderes mundiais no que diz respeito ao desenvolvimento de armas silenciosas.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas