Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pentágono nega que avião russo tenha 'expulsado' bombardeiro americano do Báltico

O Pentágono não concorda que o bombardeiro estratégico norte-americano B-52H tenha sido expulso por um caça russo Su-27 sobre o mar Báltico, comunicou à Sputnik o representante da entidade militar americana Eric Pahon.
Sputnik

"O avião da Força Aérea dos EUA B-52H realizava operações rotineiras no espaço aéreo internacional segundo o princípio da liberdade de navegação e de voo. Em 20 de março, o B-52H teve um encontro ordinário com um Su-27 russo que efetuava operações sobre o mar Báltico", esclareceu o porta-voz do Pentágono.

Pahon acrescentou que o Su-27 não expulsou o B-52H, que conseguiu completar a sua missão.

Na véspera, o Ministério da Defesa da Rússia publicou um vídeo de caças russos escoltando um bombardeiro estratégico americano Boeing B-52H sobre as águas neutras do mar Báltico. Segundo o comunicado, dois caças Su-27 levantaram voo para identificar e acompanhar a aeronave dos EUA.

De acordo com o Ministério, após o B-52H ter mudado de trajetória, distanciando-se da f…

Turquia inicia construção de local para instalar S-400 russos

Turquia trabalha na construção de local para instalar o sistema de mísseis russo.


Sputnik

Um relatório, publicado no mês passado, incluía imagens de satélite, onde se mostravam uma plataforma de concreto para lançamentos e bunkers que, segundo uma fonte anônima informou para o canal CNBC, serviriam para instalar os S-400 russos.

Sistema de mísseis S-400
S-400 Triumph © Sputnik / Vitaly Ankov

Em dezembro de 2017, a Turquia e a Rússia assinaram um acordo de aquisição de sistemas S-400, que serão utilizados para garantir a segurança do país turco, além de um acordo de cooperação tecnológica para o desenvolvimento da produção de S-400 na Turquia, agindo contra a vontade dos EUA e dos aliados da OTAN. Estes criticaram imediatamente o país por ter efetuado o acordo com a Rússia.

Anteriormente foi divulgado que o Congresso dos EUA tinha a intenção de suspender o fornecimento de aviões F-35 à Turquia por causa dos planos de Ancara de comprar os sistemas antiaéreos russos. Os senadores inscreveram uma emenda no orçamento de Defesa, segundo a qual o secretário de Defesa devia elaborar um relatório com a avaliação das potenciais "alterações significativas" no fornecimento de aviões à Turquia. Foi proposto suspender completamente os fornecimentos até à elaboração do relatório.

Vale ressaltar que o sistema S-400 russo é equipado com 8 lançadores e 32 mísseis, sendo capaz de atingir alvos como o caça F-35, além de mísseis de cruzeiro, mísseis balísticos, inclusive de médio alcance, assim como alvos terrestres, tendo um alcance de até 400 quilômetros e podendo atingir alvos a uma altura de até 30 quilômetros.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas