Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil simula resgate de civis em área de conflito ou desastre natural (VÍDEO)

A Marinha do Brasil realizou entre os dias 6 e 14 de novembro a Operação Atlântico, na praia de Itaoca, no Espírito Santo. A simulação deste ano treinou os oficiais para casos em que houvesse resgate de civis em uma área de conflito armado ou que foram alvos de desastres naturais.
Sputnik

Era por volta de 5h40 do dia 10 de novembro, um sábado, ainda estava amanhecendo, quando o Almirante Paulo Martinho Zucaro, Comandante da Força de Fuzileiros da Esquadra, olhou e disse para a reportagem da Sputnik Brasil: "É guerra".


A declaração foi dada para explicar os motivos de se realizar um treinamento deste porte mesmo em condições extremamente desfavoráveis. A chuva era forte, as ondas na beira da praia atingiam 1,5 metros e os ventos chegaram a 20 km/h. O nível de dificuldade preocupava o alto comando, mas não foi um problema para os fuzileiros e marinheiros.

Antes do amanhecer, sete Carros Lagarta Anfíbios (CLAnf) chegaram à praia e deram início ao desembarque. Após eles chegarem foi…

Turquia inicia construção de local para instalar S-400 russos

Turquia trabalha na construção de local para instalar o sistema de mísseis russo.


Sputnik

Um relatório, publicado no mês passado, incluía imagens de satélite, onde se mostravam uma plataforma de concreto para lançamentos e bunkers que, segundo uma fonte anônima informou para o canal CNBC, serviriam para instalar os S-400 russos.

Sistema de mísseis S-400
S-400 Triumph © Sputnik / Vitaly Ankov

Em dezembro de 2017, a Turquia e a Rússia assinaram um acordo de aquisição de sistemas S-400, que serão utilizados para garantir a segurança do país turco, além de um acordo de cooperação tecnológica para o desenvolvimento da produção de S-400 na Turquia, agindo contra a vontade dos EUA e dos aliados da OTAN. Estes criticaram imediatamente o país por ter efetuado o acordo com a Rússia.

Anteriormente foi divulgado que o Congresso dos EUA tinha a intenção de suspender o fornecimento de aviões F-35 à Turquia por causa dos planos de Ancara de comprar os sistemas antiaéreos russos. Os senadores inscreveram uma emenda no orçamento de Defesa, segundo a qual o secretário de Defesa devia elaborar um relatório com a avaliação das potenciais "alterações significativas" no fornecimento de aviões à Turquia. Foi proposto suspender completamente os fornecimentos até à elaboração do relatório.

Vale ressaltar que o sistema S-400 russo é equipado com 8 lançadores e 32 mísseis, sendo capaz de atingir alvos como o caça F-35, além de mísseis de cruzeiro, mísseis balísticos, inclusive de médio alcance, assim como alvos terrestres, tendo um alcance de até 400 quilômetros e podendo atingir alvos a uma altura de até 30 quilômetros.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas