Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil abre processo administrativo para apurar vídeo de militares dançando 'Jenifer' em navio

Em nota, a Marinha informou que e 'foi constatado comportamento completamente incompatível com as tradições' e que irá apurar o ocorrido.
Por G1 Rio

A Marinha do Brasil instaurou um processo administrativo para apurar um vídeo em que um grupo de militares aparece dançando a música "Jenifer" em um navio oficial.


A embarcação, segundo a Marinha, é o Aviso de Instrução Guarda-Marinha Brito, que fica sediado no Rio de Janeiro. A gravação foi feita durante o estágio de mar de militares.

Em nota, a Marinha informou que "foi constatado comportamento completamente incompatível com as tradições da Marinha" e que, para ampliar a apuração do ocorrido, foi instaurado um procedimento administrativo "cuja conclusão, certamente, conterá as propostas pertinentes às necessárias correções no inaceitável comportamento".

Assista o vídeo

URGENTE: Fragata Niterói sofre alagamento e aderna no cais da BNRJ

A Fragata Niterói (F40) sofreu um alagamento e está adernada no cais da Base Naval do Rio de Janeiro (BNRJ).


Poder Naval

A Niterói inclinou-se para boreste e tem a fragata Greenhangh (F46) a contrabordo, por bombordo.


Fragata Niterói (F40) | Reprodução

Ainda não há informações da Marinha sobre o acidente.

Iremos atualizando este post à medida que mais informações estejam disponíveis.

Histórico

A fragata Niterói – F 40, é o quinto navio a ostentar esse nome na Marinha do Brasil, em homenagem a cidade homônima, antiga capital do Estado do Rio de Janeiro. A Niterói foi a primeira de uma série de seis fragatas encomendadas em 20 de setembro de 1970 como parte do Programa de Renovação e Ampliação de Meios Flutuantes da Marinha, e a primeira construída pela Vosper Thornycroft Ltd., em Woolston, Hampshire, Inglaterra.


Teve sua quilha batida em 8 de junho de 1972, foi lançada e batizada em 8 de fevereiro de 1974. Fez-se ao mar pela primeira vez em 8 de janeiro de 1976, iniciando as provas de mar e máquinas que se estenderam até o final de maio, sob supervisão do construtor e do Grupo de Recebimento.

Foi aceita e incorporada em 20 de novembro de 1976 em cerimônia realizada no cais 47 do porto de Southampton. Naquela ocasião, assumiu o comando, o Capitão-de-Mar-e-Guerra João Baptista Paoliello.

Atualização – 11h17

Chegou a informação extraoficial de que a água do mar teria entrado por um dos eixos do navio, devido ao estado de conservação do casco.

Nota da Marinha sobre o alagamento na fragata Niterói

MARINHA DO BRASIL
COMANDO EM CHEFE DA ESQUADRA

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Niterói-RJ.
Em 08 de setembro de 2018.

A Marinha do Brasil, por meio do Comando em Chefe da Esquadra, informa que, na madrugada deste sábado, 8 de setembro, ocorreu um alagamento na Fragata “Niterói” (F40), atracada na Base Naval do Rio de Janeiro, decorrente de avaria em rede de água salgada.

O incidente foi prontamente combatido pelo Pessoal de serviço da Fragata, com o apoio de outros navios da Marinha atracados nas proximidades.

A situação foi normalizada, estando o navio com suas condições normais de estabilidade. Não houve acidente de pessoal nem danos ao material.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas