Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China desenvolve 2 novos bombardeiros furtivos ao mesmo tempo, diz inteligência americana

A Força Aérea da China, que já tem dois caças furtivos, está trabalhando em dois novos projetos de aviões furtivos de médio e longo alcance, informou um relatório da inteligência militar dos EUA.
Sputnik

Os fabricantes de aviões chineses estão envolvidos em dois projetos de bombardeiros furtivos ao mesmo tempo, informou a edição Aviation Week, citando um relatório da Agência de Inteligência do Departamento de Defesa dos EUA.


A existência de um desses projetos, H-20 ou H-X, foi confirmada pela Força Aérea Chinesa em 2017. Entretanto, não foi divulgada nenhuma informação confiável sobre o segundo projeto.

De acordo com o Pentágono, o segundo projeto, designado JH-XX, envolve o desenvolvimento de um caça-bombardeiro de médio alcance. O avião será equipado com radar AESA, mísseis ar-ar e mísseis ar-terra. Os especialistas em inteligência militar estadunidense acreditam que essa aeronave entrará em serviço da Força Aérea chinesa não antes de 2025.

No desenvolvimento desses novos aviões de comba…

Veículos blindados Foxhound do Reino Unido estão quebrando no Afeganistão por causa do calor

Os veículos blindados Foxhound, do Exército Britânico, no Afeganistão, estão quebrando uma vez por semana por causa do superaquecimento, informou o jornal britânico Times.


Forças Terrestres

O risco para os soldados aumenta se eles tiverem que sair do carro, informou o jornal, citando o major Andy Brown, do Royal Electrical and Mechanical Engineers.

Foxhound no Afeganistão
Foxhound no Afeganistão

“É por isso que usamos equipamentos de proteção individual. Não é uma aposta, é um risco calculado. Como qualquer peça do kit, é preciso se precaver”, disse o oficial.

Segundo Brown, os problemas com os carros não afetaram as operações. No entanto, outra fonte, um sargento de infantaria, disse ao jornal que as tropas tiveram “alguns problemas com eles”.

Engenheiros do Exército foram capazes de resolver alguns dos problemas. Os carros são deixados na sombra quando fora de uso para mantê-los frios.

O brigadeiro Simon Humphrey, comandante das forças britânicas no Afeganistão, classificou os veículos como confiáveis ​​e ressaltou que nunca teve problemas com eles.

Um porta-voz do Exército apontou que os carros “salvaram vidas”, mas não deu detalhes sobre a frequência com que eles quebraram quando estavam em uma missão.

As tropas do Reino Unido no Afeganistão contribuem para uma missão internacional anti-terrorista. O Afeganistão tem sido atormentado por instabilidade e ameaças à segurança há anos.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas