Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

'Temos armas hipersônicas': Rússia dará resposta à saída dos EUA do Tratado INF, diz Putin

A Rússia não deixará a decisão dos Estados Unidos de retirar-se unilateralmente do tratado de armas nucleares sem resposta, garantiu o presidente russo Vladimir Putin, acrescentando que o país não precisa se unir a outra corrida armamentista.
Sputnik

Moscou ainda está pronta para continuar dialogando com Washington sobre o tratado bilateral que proíbe os mísseis de médio alcance, que se tornou uma das pedras angulares do desarmamento nuclear, disse o líder russo em uma reunião do governo em Sochi. Ainda assim, os EUA devem "tratar esta questão com total responsabilidade", disse o presidente, acrescentando que a decisão de Washington de retirar-se do acordo "não pode e não ficará sem resposta".


Estas não são ameaças vazias, advertiu Putin. Ele disse que a Rússia já havia advertido os EUA contra a saída do tratado ABM que regulamenta os sistemas de mísseis e avisou Washington sobre possíveis retaliações. "Agora, temos armas hipersônicas capazes de penetrar qualquer…

150 anos da Travessia do Chaco

No dia 19 de outubro, o Exército Brasileiro realiza as comemorações alusivas aos 150 anos da Travessia do Chaco, com o objetivo de homenagear todos os militares brasileiros que, heroicamente, construíram a Estrada do Chaco, na Campanha da Tríplice Aliança. O evento ocorre no 9º Batalhão de Engenharia de Combate, na guarnição de Aquidauana (MS).


Forças Terrestres

A celebração envolverá os seguintes eventos: lançamento da medalha comemorativa; palestra; encenação ao ar livre e almoço de confraternização.

Passagem do Chaco, óleo sobre tela de Pedro Américo
Passagem do Chaco, óleo sobre tela de Pedro Américo

Histórico:

Durante a Guerra da Tríplice Aliança, Caxias precisava atacar, pela retaguarda, o Exército Paraguaio em suas linhas defensivas do Piquissiri, desbordando a posição de Angustura. Nesse contexto, a melhor opção foi a travessia do Chaco.

Foram quase 11 km de estrada em terreno pantanoso. Missão difícil de executar, mas não impossível para a Engenharia Imperial. Os Paraguaios acreditavam na impossibilidade de deslocamento do Exército pelo Chaco, que se apresentava como um obstáculo natural quase intransponível. O Marquês de Caxias seguiu o conselho de Maquiavel: “É preciso ousar, empreender aquilo que o adversário julga impossível” (Estrada do Chaco, obra do Coronel Pedro Paulo Cantalice Estigarríbia).

Serviço:

150 Anos da Travessia do Chaco
Data: 19 de outubro de 2018.
Local: 9º Batalhão de Engenharia de Combate, na guarnição de Aquidauana (MS).
O evento é aberto à imprensa.

Outras informações: Seção de Comunicação Social, telefone (67) 998464066 e email: s5_9becmb@yahoo.com.br.

FONTE: Agência Verde-Oliva/CCOMSEx

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas