Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pentágono se diz pronto para admitir ter muitos 'criminosos' nas suas tropas

Depois que uma série de terríveis desastres de relações públicas que expôs soldados de elite dos EUA sendo presos por posse de drogas, abuso, estupro e assassinato, o Pentágono está reprimindo questões disciplinares em seu Comando de Operações Especiais, segundo um novo relatório.
Sputnik

Com "alegações de falta grave" acumulando-se altas demais para serem ignoradas após duas décadas de guerra, o general Raymond "Tony" Thomas, chefe do Comando de Operações Especiais, e Owen West, chefe de Operações Especiais e Conflito de Baixa Intensidade do Pentágono, esboçaram um ambicioso plano de 90 dias para descobrir como o corpo de elite militar se perdeu.


O primeiro de seu tipo, a avaliação profissional pretende "rever e reforçar os padrões éticos e de conduta", segundo documentos adquiridos pelo jornal The Washington Times.

"O primeiro passo em qualquer programa de tratamento é admitir que você tem um problema", disse uma autoridade do Comando de Operações…

A presença dos EUA na Síria é ilegal, afirma chanceler

''A presença estadunidense em território sírio é ilegal e é uma agressão'', afirmou o ministro de Relações Exteriores Walid Moallem, em entrevista à rede russa Sputnik, divulgada hoje em meios de imprensa nacionais.


Prensa Latina
Damasco - O também vice-presidente sírio enfatizou que as forças dos EUA, empregadas na região de Tanef, recrutam os extremistas do Estado Islâmico, (Daesh em árabe) e os enviam novamente ao combate para prolongar a crise e favorecer o regime de Israel.

Ministro de Relações Exteriores da Síria, Walid Moallem | Reprodução

Entre outros temas tratados, Moallem sublinhou que as relações com o Irã 'não são negociáveis' porque a presença aqui de assessores dessa nação foi estabelecida com Damasco sobre bases jurídicas e totalmente legais.

Durante a entrevista, o chanceler qualificou de positivo o pactuado na província de Idleb para a criação de uma região desmilitarizada e é um passo para restabelecer a autoridade do Estado sírio em todo o território do país.

Moallem ratificou que Síria está comprometida com as negociações de Astaná e Sochi, bem como com os esforços que realizam tanto a Rússia como o Irã para encontrar uma solução que sirva ao povo sírio no processo político.

Sobre o sistema antiaéreo S300, sublinhou que é defensivo em sua essência, e não ofensivo, e manifestou que 'se analisamos a importância de proteger o céu sírio, veremos que isto é um sinal de segurança e estabilidade, e não de guerra'.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas