Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha da Argentina fala sobre localização do submarino ARA San Juan

Embarcação desaparecida há 1 ano foi localizada neste sábado a 907 metros de profundidade. Ainda não há previsão de início dos trabalhos de resgate. 'Não temos meios para resgatar o submarino', diz ministro.
Por G1

A Marinha da Argentina informou neste sábado (17) que o submarino ARA San Juan, que sumiu há 1 ano com 44 tripulantes, foi encontrado a 907 metros de profundidade em uma área de "visibilidade bastante reduzida", e que a embarcação sofreu uma "implosão" no fundo das águas do Oceano Atlântico.

Segundo Enrique Balbi, porta-voz da Marinha, a proa, a popa e a vela se desprenderam do submarino e estão localizadas em uma área de 80 a 100 metros. “Isso sugere que a implosão tenha ocorrido muito perto do fundo”, disse.

Segundo a Marinha, as imagens mostram que o casco do submarino permaneceu bastante intacto, apenas com algumas deformações, e que todas as outras partes se desprenderam. A implosão teria ocorrido em razão da pressão externa do mar ter superado …

Acidente com Admiral Kuznetsov não atrasará entrega do porta-aviões à Marinha da Rússia

Na madrugada de 30 de outubro, o porta-aviões russo Admiral Kuznetsov sofreu danos durante reparo, mas o acidente não deve atrasar entrega da embarcação à Marinha da Rússia, prevista para 2021, segundo um representante oficial da Corporação Unida de Construção Naval.


Sputnik

Na madrugada desta terça-feira (30), um guindaste da doca flutuante PD-50 caiu, danificando somente a parte que estava sendo reparada do convés do porta-aviões Admiral Kuznetsov.


Porta-aviões russo Admiral Kuznetsov durante uma missão
Porta-aviões russo Admiral Kuznetsov © REUTERS / Norwegian Royal Airforce/NTB Scanpix

O acidente aconteceu devido a uma falha de transmissão de eletricidade, que ocasionou no acúmulo de água nas cisternas da doca flutuante PD-50, fazendo com que a doca fosse afundada instantaneamente. Duas pessoas estão internadas no hospital, duas foram atendidas por médicos ambulatoriais e uma pessoa está desaparecida.

De acordo com o chefe da assessoria de imprensa da companhia responsável pelo reparo, Yevgeny Gladyshev, o local do convés onde caiu o guindaste "estava aberto, por isso equipamentos receberam grande parte dos danos, ao invés do próprio convés".

Após o acidente, o porta-aviões foi entregue à 35ª Fábrica de Reparação Naval da região russa de Murmansk.

O acidente não interferirá nos prazos de entrega da embarcação pesada, comunicou o representante da empresa responsável pelo reparo.

"Os prazos de entrega da embarcação ao cliente, ou seja, ao Ministério da Defesa, continuam sendo os mesmos — 2021", declarou o representante oficial da Corporação Unida de Construção Naval, Ilia Zhitomirsky, acrescentando que o navio passou por reparo planejado na doca, e os reparos que precisam ainda ser feitos serão realizados no cais permanente da 35ª Fábrica de Reparação Naval de Murmansk.

O Admiral Kuznetsov é um porta-aviões pesado que serve como navio-almirante da Marinha da Rússia. O navio foi construído inicialmente para a Marinha soviética, em 1991. Após a renovação, ele pode permanecer em serviço ainda durante mais 20 anos.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas