Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Análise: Brasil poderia se tornar 'vigilante' dos EUA na América Latina

O presidente norte-americano, Donald Trump, referiu a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN. O analista russo Pavel Feldman avaliou a possibilidade de entrada do Brasil na aliança, bem como que papel poderia desempenhar o Brasil no conflito na Venezuela.
Sputnik

Durante a visita oficial do presidente do Brasil Jair Bolsonaro aos EUA, foram discutidos os assuntos internacionais mais importantes, entre eles a cooperação bilateral entre os EUA e o Brasil e a situação na Venezuela.


Uma das declarações mais sensacionais foi a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN, referida pelo presidente dos EUA Donald Trump.

O vice-diretor do Instituto de Estudos Estratégicos e Prognósticos da Universidade Russa da Amizade dos Povos, Pavel Feldman, revelou em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik que os EUA são apenas um dos países da OTAN, há outros países cuja opinião deveria ser levada em conta nesse assunto.

Segundo ele, se o Brasil aderir à OTAN ele vai desempenhar o papel de vigilante d…

Análise: futuro helicóptero russo usa tecnologia mais promissora do mundo

Na web surgiram as primeiras imagens do futuro helicóptero russo. Em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, o analista na área de aviação Dmitry Drozdenko comentou as fotos, bem como contou sobre a tecnologia única aplicada na fabricação do veículo.


Sputnik

Anteriormente, o portal Defence Blog divulgou as imagens do futuro helicóptero militar russo. Como se pode ver nas fotos, o escritório de construção Kamov é o responsável pela elaboração da máquina de combate. O nome do modelo ainda é desconhecido.


Vazam, acidentalmente, imagem de futuro helicóptero russo de alta velocidade | Defence Blog

O portal apontou que os projetistas estão aperfeiçoando as caraterísticas de velocidade e aerodinâmicas do helicóptero. O Defence Blog alegou que o modelo estaria dotado de meios de supressão por infravermelhos e seria capaz de se mover a uma velocidade de até 700 km/h.

Em fevereiro de 2018, o vice-premiê Yuri Borisov, que naquele momento ocupava o cargo do vice-ministro da Defesa, afirmou que os militares russos estavam planejando adotar em serviço um helicóptero com grande velocidade que poderia atingir uma velocidade de 400 km/h.

Em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, o especialista em aviação Dmitry Drozdenko comentou as imagens do promissor helicóptero russo.

"Trata-se de um modelo perspectivo de fabricação da Kamov que utiliza a tecnologia de 'pá avançante'. Isso está relacionado às particularidades e à aerodinâmica da hélice principal e às superfícies de fluxo", explicou.

"Quanto à utilização de tecnologias de voo a alta velocidade, nós somos capazes de fazê-lo. A tecnologia de ‘pá avançante’ emprega mecanismos especiais operados por computadores, e cada uma das pás atua de forma diferente durante os vários regimes de voo. Ou seja, trata-se de uma hélice de sustentação com controle eletrodinâmico remoto e não mecânico, o que aumenta o potencial de voo. A velocidade horizontal do voo é assegurada pela hélice de tração, instalada na parte da cauda da aeronave, que faz o helicóptero atingir velocidades bastante altas. A meu ver, este princípio de 'pás avançantes' é o mais promissor de todos no mundo", assinalou o especialista.

De acordo com ele, a principal meta dos fabricantes do helicóptero é obter uma alta velocidade de voo.

"A velocidade de um helicóptero de combate é o tempo que ele precisa para poder apoiar, por exemplo, um nosso grupo de desembarque que tenha ficado cercado; que ele pode utilizar para efetuar um ataque; é o tempo em que ele fica debaixo de fogo ao atravessar um território perigoso. Ou seja, a velocidade para um helicóptero de combate é uma coisa muito importante", assinalou Dmitry Drozdenko.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas