Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha da Argentina fala sobre localização do submarino ARA San Juan

Embarcação desaparecida há 1 ano foi localizada neste sábado a 907 metros de profundidade. Ainda não há previsão de início dos trabalhos de resgate. 'Não temos meios para resgatar o submarino', diz ministro.
Por G1

A Marinha da Argentina informou neste sábado (17) que o submarino ARA San Juan, que sumiu há 1 ano com 44 tripulantes, foi encontrado a 907 metros de profundidade em uma área de "visibilidade bastante reduzida", e que a embarcação sofreu uma "implosão" no fundo das águas do Oceano Atlântico.

Segundo Enrique Balbi, porta-voz da Marinha, a proa, a popa e a vela se desprenderam do submarino e estão localizadas em uma área de 80 a 100 metros. “Isso sugere que a implosão tenha ocorrido muito perto do fundo”, disse.

Segundo a Marinha, as imagens mostram que o casco do submarino permaneceu bastante intacto, apenas com algumas deformações, e que todas as outras partes se desprenderam. A implosão teria ocorrido em razão da pressão externa do mar ter superado …

Análise: futuro helicóptero russo usa tecnologia mais promissora do mundo

Na web surgiram as primeiras imagens do futuro helicóptero russo. Em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, o analista na área de aviação Dmitry Drozdenko comentou as fotos, bem como contou sobre a tecnologia única aplicada na fabricação do veículo.


Sputnik

Anteriormente, o portal Defence Blog divulgou as imagens do futuro helicóptero militar russo. Como se pode ver nas fotos, o escritório de construção Kamov é o responsável pela elaboração da máquina de combate. O nome do modelo ainda é desconhecido.


Vazam, acidentalmente, imagem de futuro helicóptero russo de alta velocidade | Defence Blog

O portal apontou que os projetistas estão aperfeiçoando as caraterísticas de velocidade e aerodinâmicas do helicóptero. O Defence Blog alegou que o modelo estaria dotado de meios de supressão por infravermelhos e seria capaz de se mover a uma velocidade de até 700 km/h.

Em fevereiro de 2018, o vice-premiê Yuri Borisov, que naquele momento ocupava o cargo do vice-ministro da Defesa, afirmou que os militares russos estavam planejando adotar em serviço um helicóptero com grande velocidade que poderia atingir uma velocidade de 400 km/h.

Em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, o especialista em aviação Dmitry Drozdenko comentou as imagens do promissor helicóptero russo.

"Trata-se de um modelo perspectivo de fabricação da Kamov que utiliza a tecnologia de 'pá avançante'. Isso está relacionado às particularidades e à aerodinâmica da hélice principal e às superfícies de fluxo", explicou.

"Quanto à utilização de tecnologias de voo a alta velocidade, nós somos capazes de fazê-lo. A tecnologia de ‘pá avançante’ emprega mecanismos especiais operados por computadores, e cada uma das pás atua de forma diferente durante os vários regimes de voo. Ou seja, trata-se de uma hélice de sustentação com controle eletrodinâmico remoto e não mecânico, o que aumenta o potencial de voo. A velocidade horizontal do voo é assegurada pela hélice de tração, instalada na parte da cauda da aeronave, que faz o helicóptero atingir velocidades bastante altas. A meu ver, este princípio de 'pás avançantes' é o mais promissor de todos no mundo", assinalou o especialista.

De acordo com ele, a principal meta dos fabricantes do helicóptero é obter uma alta velocidade de voo.

"A velocidade de um helicóptero de combate é o tempo que ele precisa para poder apoiar, por exemplo, um nosso grupo de desembarque que tenha ficado cercado; que ele pode utilizar para efetuar um ataque; é o tempo em que ele fica debaixo de fogo ao atravessar um território perigoso. Ou seja, a velocidade para um helicóptero de combate é uma coisa muito importante", assinalou Dmitry Drozdenko.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas