Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

O Brasil tem poder de fogo para proteger a riqueza da Amazônia Azul? (VÍDEO)

Devido à enorme riqueza natural, a porção de mar sob jurisdição brasileira é também conhecida como Amazônia Azul. A área é um dos mais importantes patrimônios naturais brasileiros e é uma preocupação para o setor de Defesa. Para comentar o assunto, a Sputnik Brasil ouviu Ricardo Cabral, pesquisador da Escola de Guerra Naval da Marinha do Brasil.
Sputnik

O pesquisador falou sobre a importância comercial e estratégica, o potencial energético, científico e as obrigações internacionais do Brasil com as áreas da Amazônia Azule seu entorno. Ele também descreveu o atual estado da esquadra da Marinha brasileira, que carece de investimentos e pleiteia junto ao novo governo federal uma fatia maior do orçamento público, limitado pela Emenda Constitucional nº 95.


Foi a própria Marinha brasileira que cunhou o termo "Amazônia Azul", em referência ao tamanho da biodiversidade e dos bens naturais encontradas em sua área. No entanto, a área marítima é ainda maior do que porção brasileira da flo…

Argélia recebe submarino russo de terceira geração

Apelidado de “Buraco negro” pela Otan, modelo é um dos dois encomendados pelo país norte-africano.


Igor Rozin | Russia Beyond

Acompanhado pelo rebocador El-Mousif 702, um novo submarino deixou o estaleiro de Almirantado, em São Petersburgo, rumo a Argélia, informou o jornal “Rossiyskaya Gazeta”.


Resultado de imagem para Varshavianka
Submarino russo Classe Varshavianka | Reprodução

A construção do submarino diesel-elétrico Varshavianka 636.1 começou em 2015, e o veículo foi lançado em 14 de março de 2017. Nesse mesmo ano, deveria ter ido para a Argélia, mas houve um atraso de um ano na entrega, de acordo com o jornal bmpd.

Segundo as informações disponíveis, trata-se do primeiro dos dois submarinos solicitados pela Argélia sob o contrato assinado em 2014 e do terceiro do projeto 636.1 para o país norte-africano.

Os submarinos do projeto 636 Varshavianka são de terceira geração. Eles têm 73,8 metros de comprimento de 9,9 metros de largura. O deslocamento é de 3.120 toneladas. Esse submarino pode atingir velocidade de até 20 nós, com tripulação de 52 pessoas e autonomia por 45 dias.

A Otan decidiu batizá-lo de “buraco negro”, destaca o jornal.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas