Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares revelam como suas vidas foram destruídas pelo Exército dos EUA

O Twitter oficial do Exército dos EUA realizou uma pesquisa para averiguar como o serviço impactou a vida de seus militares.
Sputnik

Atualmente, mais de 9.000 pessoas já compartilharam suas opiniões. Apesar de constatarem que o serviço no Exército fortalece fisicamente e emocionalmente as pessoas, dando algum sentido às suas vidas e abrindo perspectivas profissionais, há muitos outros comentários com declarações céticas e críticas sobre a influência do Exército dos EUA no mundo, no país e na sua vida pessoal.

Várias pessoas compartilharam histórias de seus familiares que cometeram suicídio, sofreram de transtorno por estresse pós-traumático, passaram por mudanças radicais de caráter e comportamento ou deixaram de ser saudáveis depois de participarem em ações militares dos EUA.

Além disso, há aqueles cujos familiares ou eles próprios foram abusados durante o serviço.

Outros usuários recordaram que os horrores da guerra deixam cicatrizes na mente.

Diversos outros usuários da rede social compa…

Autoridades iranianas e alemãs enfatizam a execução do JCPOA

Autoridades iranianas e alemãs na quarta-feira sublinharam a implementação do Plano Integral de Ação Conjunta (JCPOA).


Pars Today

O vice-ministro das Relações Exteriores do Irã para Assuntos Políticos, Seyyed Abbas Araqchi, e o secretário estadual do Ministério das Relações Exteriores, Linder Tese, exploraram as vias para impedir o efeito das sanções ilegais dos Estados Unidos.

Autoridades iranianas e alemãs enfatizam a execução do JCPOA
Bandeiras do Irã e da Alemanha

Araqchi e Linder Tese salientaram a execução imediata do pacote de propostas da Europa, em particular os canais financeiros após a retirada dos EUA do acordo nuclear e a reimposição de suas sanções.

Os dois lados também concordaram em desenvolver sua cooperação bilateral.

Durante a reunião, Araqchi expressou forte protesto do Irã ao governo alemão pela extradição do diplomata iraniano Assadollah Assadi para a Bélgica.

Ele ressaltou que o Irã iria perseguir o caso através de canais diplomáticos.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas