Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil prevê inaugurar estação na Antártica em 2020, oito anos após incêndio

Obra é executada por uma empresa chinesa e, segundo a Marinha, se aproxima do final. Incêndio em 2012 destruiu estação, e dois militares morreram.
Por Guilherme Mazui | G1 — Brasília

Passados sete anos desde o incêndio que destruiu a Estação Antártica Comandante Ferraz, a Marinha prevê inaugurar a nova estação em março de 2020.

Executada pela empresa chinesa Ceiec, a obra se aproxima do final, segundo a Marinha, que prevê concluir as obras civis e a instalação de máquinas e mobiliário até 31 de março, iniciando um período de testes do complexo científico até março de 2020. Após os testes, a estação poderá receber militares e pesquisadores.

"A previsão de inauguração é março de 2020, quando os pesquisadores e o Grupo-Base [de militares] deverão ocupar em definitivo as instalações da nova Estação Antártica Comandante Ferraz", informou a Marinha ao G1.

Com investimento de US$ 99,6 milhões, o complexo receberá profissionais que atuam no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), criad…

Brasil e Peru abrirão centros de manutenção de helicópteros russos neste ano

Espaços serão dedicados ao reparo de veículos russos que já operam nos céus da América Latina.


Maria Aleksandrova | Russia Beyond

Os centros de manutenção e reparo de helicópteros russos serão inaugurados no Brasil e Peru entre novembro e dezembro deste ano, informou o vice-diretor-geral para o serviço pós-venda da Russian Helicopters, Ígor Tchéchikov, à agência RIA Novosti.

Resultado de imagem para Brasil e Peru abrirão centros de manutenção de helicópteros russos neste ano
Mil Mi-171 | Vitali V. Kuzmín

“Esses dois centros serão inaugurados antes do final deste ano”, declarou o executivo durante a exposição ADEX-2018, realizada em Baku, capital do Azerbaijão.

Além disso, Tchéchikov destacou que ambas as partes estão envolvidas na construção dos centros. Tanto o Brasil como o Peru se encarregam de preparar o hangar e edifícios, enquanto o lado russo fornece os equipamentos para o reparo dos veículos.

Ainda de acordo com a RIA Novosti, o centro no Peru será usado para a manutenção de 24 aeronaves Mi-171Sh fornecidas ao país desde 2013; já o Brasil, está construindo um centro multifuncional para o reparo de diferentes helicópteros, incluindo os Mi-35 anteriormente fornecidos ao país latino-americano.

A inauguração do centro de manutenção de helicópteros no Peru estava originalmente prevista para 2017. A expectativa é que esse complexo sirva de suporte para helicópteros russos que operam em outros países da América Latina.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas