Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Por que alguns países ocidentais não querem libertação de Idlib?

A libertação de Idlib marcará a vitória total das forças governamentais e o fracasso dos planos de países ocidentais de derrubar as autoridades legítimas sírias.
Sputnik

No entanto, segundo Pierre Le Corf, ativista francês que vive em Aleppo, a tarefa não será fácil. 


"Será muito difícil libertar Idlib, porque todas as forças da coalizão lideradas pelos EUA e governos [ocidentais] envolvidos na guerra até o momento se opõem à libertação da província", disse Le Corf à Sputnik França.

Ele comentou que assim que a província síria de Idlib for libertada, terá que "libertar as zonas ocupadas ilegalmente pelos EUA, França e até pela Itália no norte do país". Por esse motivo, nenhum desses países quer a libertação da província.

Le Corf salientou que a intenção de manter o status atual poderia levar a "um massacre da população civil de Idlib", referindo-se às múltiplas advertências dos militares sírios e russos sobre a possível encenação de ataques químicos com o prop…

Brasil e Peru abrirão centros de manutenção de helicópteros russos neste ano

Espaços serão dedicados ao reparo de veículos russos que já operam nos céus da América Latina.


Maria Aleksandrova | Russia Beyond

Os centros de manutenção e reparo de helicópteros russos serão inaugurados no Brasil e Peru entre novembro e dezembro deste ano, informou o vice-diretor-geral para o serviço pós-venda da Russian Helicopters, Ígor Tchéchikov, à agência RIA Novosti.

Resultado de imagem para Brasil e Peru abrirão centros de manutenção de helicópteros russos neste ano
Mil Mi-171 | Vitali V. Kuzmín

“Esses dois centros serão inaugurados antes do final deste ano”, declarou o executivo durante a exposição ADEX-2018, realizada em Baku, capital do Azerbaijão.

Além disso, Tchéchikov destacou que ambas as partes estão envolvidas na construção dos centros. Tanto o Brasil como o Peru se encarregam de preparar o hangar e edifícios, enquanto o lado russo fornece os equipamentos para o reparo dos veículos.

Ainda de acordo com a RIA Novosti, o centro no Peru será usado para a manutenção de 24 aeronaves Mi-171Sh fornecidas ao país desde 2013; já o Brasil, está construindo um centro multifuncional para o reparo de diferentes helicópteros, incluindo os Mi-35 anteriormente fornecidos ao país latino-americano.

A inauguração do centro de manutenção de helicópteros no Peru estava originalmente prevista para 2017. A expectativa é que esse complexo sirva de suporte para helicópteros russos que operam em outros países da América Latina.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas