Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil prevê inaugurar estação na Antártica em 2020, oito anos após incêndio

Obra é executada por uma empresa chinesa e, segundo a Marinha, se aproxima do final. Incêndio em 2012 destruiu estação, e dois militares morreram.
Por Guilherme Mazui | G1 — Brasília

Passados sete anos desde o incêndio que destruiu a Estação Antártica Comandante Ferraz, a Marinha prevê inaugurar a nova estação em março de 2020.

Executada pela empresa chinesa Ceiec, a obra se aproxima do final, segundo a Marinha, que prevê concluir as obras civis e a instalação de máquinas e mobiliário até 31 de março, iniciando um período de testes do complexo científico até março de 2020. Após os testes, a estação poderá receber militares e pesquisadores.

"A previsão de inauguração é março de 2020, quando os pesquisadores e o Grupo-Base [de militares] deverão ocupar em definitivo as instalações da nova Estação Antártica Comandante Ferraz", informou a Marinha ao G1.

Com investimento de US$ 99,6 milhões, o complexo receberá profissionais que atuam no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), criad…

Capaz de disparar 4 balas por vez: assim poderia ser futuro rifle do exército dos EUA

O exército americano ordenou a produção de um protótipo militar para testar um fuzil criado por um residente da cidade de Colorado Springs.


Sputnik

O residente criou o provável novo fuzil do exército americano em sua garagem em Colorado Springs que se assemelha a "uma arma espacial, projetado por um aluno do quinto ano", sendo capaz de disparar 4 balas por vez, segundo o The Gazette.

093018-news-rifle1.jpg
Reprodução

O fuzil possui quatro canos de 6 mm, colocados um ao lado do outro dentro de uma placa de aço, onde uma série de cartuchos são acionados por disparadores eletromagnéticos podendo, teoricamente, proporcionar uma velocidade de 250 disparos por segundo.

O gatilho é um interruptor eletrônico que envia um sinal a um dispositivo eletromagnético localizado atrás do cartucho, permitindo ao atirador ativar os cartuchos tiro por tiro ou por rajadas.

O criador do fuzil Martin Grier é um "inventor" da cidade de Colorado Springs que utilizou ferramentas e acessórios amadores. E ele pode ter criado uma arma do futuro. O fato é que o exército americano está estudando o caso, ordenando, até mesmo, um protótipo militar para realização de testes.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas