Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Executiva da Huawei deixa a prisão após pagar fiança no Canadá; ex-diplomata canadense é preso na China

Justiça aceitou pedido da chinesa, que foi detida a pedido dos Estados Unidos e corria risco de extradição. Fiança estipulada fixada em US$ 7,5 milhões.
Por G1

A diretora financeira da Huawei, Meng Wanzhou, foi solta nesta quarta-feira (12) depois de passar 11 dias presa no Canadá.

A executiva teve aceito o pedido de liberdade condicional, por um juiz canadense. O valor da fiança foi fixado em 10 milhões de dólares canadenses (US$ 7,5 milhões).

Meng saiu da prisão poucas horas depois da ordem do juiz, informou o canal Global News.

"O risco de que não se apresente perante o tribunal (para uma audiência de extradição) pode ser reduzido a um nível aceitável, impondo as condições de fiança propostas por seu assessor", disse o juiz, aplaudido na sala do tribunal pelos partidários da empresa chinesa, informa a France Presse.

As condições de libertação incluem a entrega de seus dois passaportes, que permaneça em uma de suas residências de Vancouver e use tornozeleira eletrônica. Além dis…

Capaz de disparar 4 balas por vez: assim poderia ser futuro rifle do exército dos EUA

O exército americano ordenou a produção de um protótipo militar para testar um fuzil criado por um residente da cidade de Colorado Springs.


Sputnik

O residente criou o provável novo fuzil do exército americano em sua garagem em Colorado Springs que se assemelha a "uma arma espacial, projetado por um aluno do quinto ano", sendo capaz de disparar 4 balas por vez, segundo o The Gazette.

093018-news-rifle1.jpg
Reprodução

O fuzil possui quatro canos de 6 mm, colocados um ao lado do outro dentro de uma placa de aço, onde uma série de cartuchos são acionados por disparadores eletromagnéticos podendo, teoricamente, proporcionar uma velocidade de 250 disparos por segundo.

O gatilho é um interruptor eletrônico que envia um sinal a um dispositivo eletromagnético localizado atrás do cartucho, permitindo ao atirador ativar os cartuchos tiro por tiro ou por rajadas.

O criador do fuzil Martin Grier é um "inventor" da cidade de Colorado Springs que utilizou ferramentas e acessórios amadores. E ele pode ter criado uma arma do futuro. O fato é que o exército americano está estudando o caso, ordenando, até mesmo, um protótipo militar para realização de testes.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas