Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Poloneses pedem a Trump ajuda para conseguir indenização da Rússia e Alemanha pela 2ª Guerra

Um auto-proclamado "partido bíblico antiglobalista" pró-EUA e pró-Israel da Polônia, que se autodenomina "Movimento 11 de novembro", criou uma petição no site We the People da Casa Branca pedindo ao presidente Donald Trump ajude a obter "compensação adequada" da Rússia e da Alemanha por danos causados ​​na Segunda Guerra Mundial.
Sputnik

"Os poloneses livres estão apelando para os EUA, o vencedor na Segunda Guerra Mundial e o fiador dos acordos do pós-guerra, para obter ajuda na recuperação das reparações de guerra da Alemanha e da Rússia", diz a petição.


Além de alcançar a "justiça histórica", uma campanha de reparações bem-sucedida desempenharia "um papel fundamental na Polônia, tornando-se um forte aliado dos Estados Unidos diante da ameaça que surge na Europa e na Ásia — um novo Império do Mal".

Falando ao The New American, uma pequena revista de propriedade da John Birch Society, o co-autor e vice-presidente do Movimento 11…

Classe Tamandaré: decisão só em março de 2019

O Comando da Marinha anunciará, possivelmente na semana que vem, o adiamento, para março de 2019, da decisão sobre o consórcio que construirá os escoltas da Classe Tamandaré.


Roberto Lopes | Poder Naval

Quatro associações empresariais, lideradas por indústrias navais da Holanda (Damen), Alemanha (TKMS), Itália (Fincantieri) e França (Naval Group), foram selecionadas (entre nove conjuntos de empresas interessados) para integrar um short list.


Concepção em 3D da corveta classe Tamandaré
Projeto da corveta classe Tamandaré do CPN

O motivo do adiamento se deve à inauguração de um novo governo, em janeiro, e à conveniência de que se permita ao presidente eleito e ao seu ministro da Defesa opinarem sobre o assunto.

Não há previsão de alterações na short list.

A nova fase de análises vai priorizar o exame de preços e condições de financiamento, além de itens como prazo de entrega, condições de navegabilidade das embarcações propostas, sua autonomia e capacidade de receber armamento.

Todos os consórcios deverão apresentar uma última oferta melhorada das suas propostas originais, a chamada Best and Final Offer (BAFO).

Com o anúncio do adiamento será divulgado também o novo cronograma que irá reger a fase final do Programa da Classe Tamandaré.

Navios suecos 

Em razão dessa novidade, o final do ano de 2018 irá se resumir, para a Marinha, à expectativa do lançamento ao mar do submarino classe Scorpène SBR-1, batizado de Riachuelo – evento programado para 14 de dezembro –, e à liberação da verba que se encontra contingenciada e se destina à compra de dois navios suecos usados de contra-medidas de minagem.

Os dois barcos serão modernizados na Suécia e custarão à Marinha a quantia de 230 milhões de dólares. A chegada dessas unidades ao Brasil está prevista para o ano de 2021.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas