Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Executiva da Huawei deixa a prisão após pagar fiança no Canadá; ex-diplomata canadense é preso na China

Justiça aceitou pedido da chinesa, que foi detida a pedido dos Estados Unidos e corria risco de extradição. Fiança estipulada fixada em US$ 7,5 milhões.
Por G1

A diretora financeira da Huawei, Meng Wanzhou, foi solta nesta quarta-feira (12) depois de passar 11 dias presa no Canadá.

A executiva teve aceito o pedido de liberdade condicional, por um juiz canadense. O valor da fiança foi fixado em 10 milhões de dólares canadenses (US$ 7,5 milhões).

Meng saiu da prisão poucas horas depois da ordem do juiz, informou o canal Global News.

"O risco de que não se apresente perante o tribunal (para uma audiência de extradição) pode ser reduzido a um nível aceitável, impondo as condições de fiança propostas por seu assessor", disse o juiz, aplaudido na sala do tribunal pelos partidários da empresa chinesa, informa a France Presse.

As condições de libertação incluem a entrega de seus dois passaportes, que permaneça em uma de suas residências de Vancouver e use tornozeleira eletrônica. Além dis…

Coalizão liderada pelos EUA: entrega dos sistemas russos S-300 à Síria 'não mudou nada'

No mês passado, a Rússia decidiu fornecer à Síria os sistemas de defesa aérea S-300. A decisão foi tomada depois que um avião russo Il-20 foi derrubado pelas forças da Síria que estavam atacando os caças israelenses F-16, que estavam atacando instalações na província síria de Latakia.


Sputnik

De acordo com o porta-voz dos EUA, coronel Sean Ryan, a decisão da Rússia de fornecer os sistemas S-300 à Síria não teve impacto sobre as forças lideradas pelos EUA em terra até agora.

Sistema russo de mísseis anti-balísticos S-300VM Antey-2500. Os sistema de mísseis terra-ar do tipo S-300-S são projetados para abater uma variedade de mísseis balísticos de curto e médio alcance dentro de uma faixa de 2.500 km
S-300 Favorit © Sputnik / Aleksandr Vilf

"Não mudou nada […] É sempre uma preocupação quando um novo equipamento é trazido para a região, mas temos um processo de desescalada com eles [os russos] que planejamos usar", afirmou.

Após o anúncio do entrega dos S-300, o ministro das Relações Exteriores da Síria, Walid Muallem, disse que os sistemas de defesa aérea tinham capacidade suficiente para responder às ameaças israelenses ao país.

Em 24 de setembro, o ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu, anunciou medidas para melhorar a segurança dos militares russos na Síria em resposta ao abate do avião IL-20, cuja responsabilidade foi imposta a Israel por Moscou.

A pedido do presidente russo, Vladimir Putin, Moscou vai equipar os postos de comando da defesa aérea síria com sistemas de controle automatizados, que somente os russos possuem, além de realizar a supressão radioeletrônica de navegação por satélite, dos radares aéreos e dos sistemas de comunicação de aeronaves de combate que atacam alvos em território sírio.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas