Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares revelam como suas vidas foram destruídas pelo Exército dos EUA

O Twitter oficial do Exército dos EUA realizou uma pesquisa para averiguar como o serviço impactou a vida de seus militares.
Sputnik

Atualmente, mais de 9.000 pessoas já compartilharam suas opiniões. Apesar de constatarem que o serviço no Exército fortalece fisicamente e emocionalmente as pessoas, dando algum sentido às suas vidas e abrindo perspectivas profissionais, há muitos outros comentários com declarações céticas e críticas sobre a influência do Exército dos EUA no mundo, no país e na sua vida pessoal.

Várias pessoas compartilharam histórias de seus familiares que cometeram suicídio, sofreram de transtorno por estresse pós-traumático, passaram por mudanças radicais de caráter e comportamento ou deixaram de ser saudáveis depois de participarem em ações militares dos EUA.

Além disso, há aqueles cujos familiares ou eles próprios foram abusados durante o serviço.

Outros usuários recordaram que os horrores da guerra deixam cicatrizes na mente.

Diversos outros usuários da rede social compa…

Consub será a responsável pela tecnologia que fará o controle dos sensores e armamentos das futuras Corvetas, caso o consórcio Damen-Saab Tamandaré seja o vencedor

Essa semana a Marinha do Brasil divulgou as empresas finalistas na concorrência internacional para a compra de quatro navios militares de alta complexidade tecnológica - as Corvetas da Classe "Tamandaré" - e a Consub – Soluções em Tecnologia é uma das finalistas por meio do consórcio Damen-Saab Tamandaré.


DefesaNet

Também fazem parte desse consórcio selecionado para seguir no processo, as empresas brasileiras Wilson Sons Estaleiros, operadora integrada de logística portuária e marítima do mercado nacional, que construirá o navio em seu estaleiro no Guarujá (SP); e a Akaer, especializada em mercados aeroespacial e de defesa que fornecerá outros sistemas de combate.


Parceira da Marinha há mais de 20 anos e referência no desenvolvimento de soluções em tecnologia para sistemas navais no Brasil, a Consub é a única empresa brasileira que produziu, instalou e testou o Sistema de Comando e Controle Tático e de Armas, SICONTA, em operação vigente nos navios da esquadra brasileira.

No atual projeto das Corvetas, a Consub é a responsável pela absorção da tecnologia que permitirá o controle dos sensores e armamentos das futuras Corvetas, caso o consórcio seja o vencedor do certame”.

Consub é Empresa Estratégica de Defesa certificada pelo Ministério da Defesa

Especialista em Sistemas de Defesa e Segurança, referência no desenvolvimento de soluções em tecnologia e integração de sistemas navais no Brasil, a Consub, hoje, é classificada como Empresa Estratégica de Defesa (EED), pelo Ministério da Defesa brasileiro.

Essa certificação faz parte da Estratégia Nacional de Defesa do Brasil, que visa a modernização e o fortalecimento das Forças Armadas Brasileiras, ou seja, a segurança do país. Para obter o título, as empresas de iniciativa privada, como a Consub, passaram por avaliações criteriosas e comprovaram dispor de conhecimento de tecnologias essenciais para a manutenção da soberania nacional.

Entre os principais requisitos está: ser 100% brasileira; investir em atividades de pesquisa; e compartilhar com as Forças Armadas os direitos de propriedade intelectual e industrial de seus produtos. A Consub tem quase 40 anos de atuação e há 20, produz os Sistemas de Controle Tático e de Armas dos navios de superfície. Possui conhecimento avançado em soluções de controle de billing, controle de ID, logística, segurança, rastreamento e tecnologia ampliada.

A empresa foi responsável pelo desenvolvimento, instalação, integração e testes de Sistemas de Comando e Controle de Armas, tecnologicamente avançados, para seis Fragatas da Marinha Brasileira e pelo desenvolvimento de uma nova geração do referido Sistema para os ainda inacabados Navios Patrulha de 500 toneladas. Também protagonizou a criação de Laboratórios de Manutenção de Software e o Centro de Treinamento para os operadores dessas Fragatas.

Ao longo dos últimos 20 anos, a Consub protagonizou os Sistemas de Comando e Controle Tático e de Armas (SICONTA), hoje instalados nos principais navios de guerra brasileiros, além de ter fornecido laboratórios de manutenção e diversos produtos correlatos.

A companhia se destaca ainda pelo desenvolvimento de soluções de HW e SW, na concepção de sistemas militares, no planejamento e na instalação de equipamentos e sistemas em múltiplas plataformas (setting to work) e na condução de integrações e testes, no planejamento e implementação de suporte logístico integrado, incluindo documentação completa, treinamento e manutenção.

Desde 2017, a Consub é parte do Grupo ATP, que conta com 25 anos de experiência e controla empresas de energia, infraestrutura, engenharia, arquitetura e imobiliária.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas