Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pentágono se diz pronto para admitir ter muitos 'criminosos' nas suas tropas

Depois que uma série de terríveis desastres de relações públicas que expôs soldados de elite dos EUA sendo presos por posse de drogas, abuso, estupro e assassinato, o Pentágono está reprimindo questões disciplinares em seu Comando de Operações Especiais, segundo um novo relatório.
Sputnik

Com "alegações de falta grave" acumulando-se altas demais para serem ignoradas após duas décadas de guerra, o general Raymond "Tony" Thomas, chefe do Comando de Operações Especiais, e Owen West, chefe de Operações Especiais e Conflito de Baixa Intensidade do Pentágono, esboçaram um ambicioso plano de 90 dias para descobrir como o corpo de elite militar se perdeu.


O primeiro de seu tipo, a avaliação profissional pretende "rever e reforçar os padrões éticos e de conduta", segundo documentos adquiridos pelo jornal The Washington Times.

"O primeiro passo em qualquer programa de tratamento é admitir que você tem um problema", disse uma autoridade do Comando de Operações…

Estatal Rostec chama de 'roubo' ideia dos EUA de copiar armas russas

A corporação estatal russa Rostec chamou a ideia de produzir metralhadoras russas de grande calibre NSV Utes nos EUA sem permissão da estatal Rosoboronexport de "cópia ilegal de tecnologias russas" e de "roubo".


Sputnik

A revista The National Interest comunicou recentemente que o Comando de Operações Especiais do Exército dos EUA pretende financiar a produção de cópias de armas russas. O financiamento é destinado a empresas que possam "descobrir e melhorar a tecnologia da metralhadora Kalashnikov, da metralhadora modernizada e de grande calibre NSV Utes e fazer suas cópias".

Consórcio russo Kalashnikov demonstra um dos seus últimos avanços – o fuzil de assalto AK-308 com mira dióptrica e coronha retrátil regulável
Kalashnikov AK-308 © Sputnik / Ramil Sitdikov

"Tais ideias, se realmente existirem, confirmam mais uma vez as vantagens das armas russas, mesmo daquelas que não são novas, como vemos. Porém, a própria ideia suscita algumas questões. Se alguém quiser realizar esse trabalho legalmente, segundo as regras, que venha à Rosoboronexport e discuta a questão. Caso contrário, trata-se de cópia ilegal de tecnologias russas, ou seja, de roubo", disse o representante da corporação.

O consórcio russo Kalashnikov, por sua vez, declarou não conhecer concretamente tais planos dos EUA, mas acrescentou não estar surpreendido, sublinhando que o fato prova a segurança das armas russas.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas