Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Análise: Brasil poderia se tornar 'vigilante' dos EUA na América Latina

O presidente norte-americano, Donald Trump, referiu a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN. O analista russo Pavel Feldman avaliou a possibilidade de entrada do Brasil na aliança, bem como que papel poderia desempenhar o Brasil no conflito na Venezuela.
Sputnik

Durante a visita oficial do presidente do Brasil Jair Bolsonaro aos EUA, foram discutidos os assuntos internacionais mais importantes, entre eles a cooperação bilateral entre os EUA e o Brasil e a situação na Venezuela.


Uma das declarações mais sensacionais foi a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN, referida pelo presidente dos EUA Donald Trump.

O vice-diretor do Instituto de Estudos Estratégicos e Prognósticos da Universidade Russa da Amizade dos Povos, Pavel Feldman, revelou em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik que os EUA são apenas um dos países da OTAN, há outros países cuja opinião deveria ser levada em conta nesse assunto.

Segundo ele, se o Brasil aderir à OTAN ele vai desempenhar o papel de vigilante d…

EUA deixam acordo nuclear com a Rússia pois sonham com mundo unipolar, diz fonte

O presidente dos EUA, Donald Trump, decidiu retirar o país do Tratado de Forças Nucleares de Faixa Intermediária (INF) por causa dos sonhos de Washington de um mundo unipolar, disse à Sputnik uma fonte do Ministério de Relações Exteriores russo neste sábado (20).


Sputnik

Mais cedo, o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou durante um discurso em Nevada que pretende retirar seu país do tratado INF e acusou a Rússia de violar o acordo.


Presidente dos EUA, Donald Trump, discursa durante uma sessão da Assembleia Geral, em Nova York, em 26 de setembro de 2018
Donald Trump © AP Photo/ Evan Vucci

"O principal motivo é o sonho do mundo unipolar. Isso se tornará realidade? Não.", disse a fonte da chancelaria russa à Sputnik.

A fonte ainda acrescentou que o movimento dos EUA estava em plena sintonia com o atual curso político dos EUA, que estaria destinado a retirar-se dos acordos internacionais que coloquem em risco o "excepcionalismo" de Washington nas relações internacionais.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas