Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha da Argentina fala sobre localização do submarino ARA San Juan

Embarcação desaparecida há 1 ano foi localizada neste sábado a 907 metros de profundidade. Ainda não há previsão de início dos trabalhos de resgate. 'Não temos meios para resgatar o submarino', diz ministro.
Por G1

A Marinha da Argentina informou neste sábado (17) que o submarino ARA San Juan, que sumiu há 1 ano com 44 tripulantes, foi encontrado a 907 metros de profundidade em uma área de "visibilidade bastante reduzida", e que a embarcação sofreu uma "implosão" no fundo das águas do Oceano Atlântico.

Segundo Enrique Balbi, porta-voz da Marinha, a proa, a popa e a vela se desprenderam do submarino e estão localizadas em uma área de 80 a 100 metros. “Isso sugere que a implosão tenha ocorrido muito perto do fundo”, disse.

Segundo a Marinha, as imagens mostram que o casco do submarino permaneceu bastante intacto, apenas com algumas deformações, e que todas as outras partes se desprenderam. A implosão teria ocorrido em razão da pressão externa do mar ter superado …

EUA entregam helicópteros com falha na detecção de alvos para Coreia do Sul

Os radares de controle de tiro, integrados aos helicópteros Apache, não foram capazes de detectar alvos inimigos devido a falhas no software, além da falta de detecção naval, diz a mídia.


Sputnik

A Coreia do Sul comprou 36 helicópteros norte-americanos, Apache AH-64E, dentre eles, seis foram equipados com o radar de controle de tiro da fabricante Lockheed Martin.


Helicópteros AH-64 Apache nos exercícios militares Trident Juncture 2015, da OTAN
AH-64 Apache © REUTERS / Paul Hanna

Entretanto, durante uma operação simuladora de ataque aéreo, o radar falhou e não detectou o número de alvos inimigos, segundo o site Defense News, não reconhecendo quatro alvos designados de 101 alvos.

Em testes separados em áreas montanhosas, o radar reconheceu erroneamente 18 alvos que estavam a 6 km de nove alvos, e 18 alvos que estavam a 3 km de cinco alvos.

Além disso, apresentou falhas durante a execução de testes sobre a água, onde foi incapaz de reconhecer qualquer alvo.

Segundo o membro do Comitê de Defesa da Assembleia Nacional sul-coreana, Lee Jong-myung, "o propósito principal de adquirir os helicópteros de ataque Apache foi para ajudar a detectar e a combater uma possível infiltração da Coreia do Norte com barcos de alta velocidade ou aerobarcos pela costa ocidental da península".

"Sem uma capacidade operacional adequada do radar, não dá para ser completamente operacional em missões", informou o legislador sul-coreano ao DefenseNews.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas