Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha da Argentina fala sobre localização do submarino ARA San Juan

Embarcação desaparecida há 1 ano foi localizada neste sábado a 907 metros de profundidade. Ainda não há previsão de início dos trabalhos de resgate. 'Não temos meios para resgatar o submarino', diz ministro.
Por G1

A Marinha da Argentina informou neste sábado (17) que o submarino ARA San Juan, que sumiu há 1 ano com 44 tripulantes, foi encontrado a 907 metros de profundidade em uma área de "visibilidade bastante reduzida", e que a embarcação sofreu uma "implosão" no fundo das águas do Oceano Atlântico.

Segundo Enrique Balbi, porta-voz da Marinha, a proa, a popa e a vela se desprenderam do submarino e estão localizadas em uma área de 80 a 100 metros. “Isso sugere que a implosão tenha ocorrido muito perto do fundo”, disse.

Segundo a Marinha, as imagens mostram que o casco do submarino permaneceu bastante intacto, apenas com algumas deformações, e que todas as outras partes se desprenderam. A implosão teria ocorrido em razão da pressão externa do mar ter superado …

Fragata Defensora recebe sistema de vigilância Atena da Ares

O Jane’s noticiou que a Ares Aeroespacial e Defesa, uma empresa privada brasileira da Elbit Systems, está em processo de instalação do sistema de vigilância eletro-óptico/infravermelho (EO/IR) da Atena na fragata Defensora (F41) da Marinha do Brasil, em substituição à alça EOS 400/10B.


Poder Naval

O sistema será operado a partir de um console dedicado localizado perto do centro de operações; no entanto, também pode ser colocado no sistema de controle tático SICONTA Mk II do navio.


O trabalho poderia levar à instalação do sistema nas demais fragatas Niterói (F40), Constituição (F42), Liberal (F43), Independência (F44) e União (F45). As quatro primeiras foram construídas no Reino Unido pela Vosper Thornycroft e as duas restantes no Brasil pelo Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro (AMRJ), e comissionadas entre 1976 e 1980.

Atena

Segundo a Ares, Atena é um sistema de combate modular capaz de integrar diversos dispositivos do navio para oferecer aos operadores uma completa possibilidade de ação e conhecimento situacional, maximizando a efetividade das ações coordenadas para defesa e ataque.

O sistema também oferece imagens de alta qualidade, através das câmeras de vigilância diurna e noturna, além da capacidade de rastreamento automático de alvos e cálculo balístico.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas