Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha da Argentina fala sobre localização do submarino ARA San Juan

Embarcação desaparecida há 1 ano foi localizada neste sábado a 907 metros de profundidade. Ainda não há previsão de início dos trabalhos de resgate. 'Não temos meios para resgatar o submarino', diz ministro.
Por G1

A Marinha da Argentina informou neste sábado (17) que o submarino ARA San Juan, que sumiu há 1 ano com 44 tripulantes, foi encontrado a 907 metros de profundidade em uma área de "visibilidade bastante reduzida", e que a embarcação sofreu uma "implosão" no fundo das águas do Oceano Atlântico.

Segundo Enrique Balbi, porta-voz da Marinha, a proa, a popa e a vela se desprenderam do submarino e estão localizadas em uma área de 80 a 100 metros. “Isso sugere que a implosão tenha ocorrido muito perto do fundo”, disse.

Segundo a Marinha, as imagens mostram que o casco do submarino permaneceu bastante intacto, apenas com algumas deformações, e que todas as outras partes se desprenderam. A implosão teria ocorrido em razão da pressão externa do mar ter superado …

Jovem achado morto perto de cachoeira na Chapada dos Veadeiros era médico do Exército

Jovem de 28 anos foi morto a tiros e identificado como Gabriel Costa Silva. Polícia trabalha com a hipótese de execução.


Por Vitor Santana | G1 GO

O jovem achado morto a tiros perto de uma cachoeira na Chapada dos Veadeiros foi identificado como Gabriel Costa Lima, de 28 anos. Ele era médico e trabalhava na Escola de Saúde do Exército. A Polícia Civil trabalha com a hipótese de execução.

Médico Gabriel Costa Lima foi encontrado morto próximo a cachoeira, em Alto Paraíso de Goiás — Foto: Reprodução/Facebook
Médico Gabriel Costa Lima foi encontrado morto próximo a cachoeira, em Alto Paraíso de Goiás — Foto: Reprodução/Facebook

Gabriel Costa foi encontrado morto na madrugada de sábado (13) em uma estrada vicinal que fica dentro de uma fazenda, onde ocorreu, na noite anterior, uma festa, em Alto Paraíso de Goiás.

A identificação dele foi feita por meio de digital e também de um documento expedido no Tocantins encontrado junto à vítima. O corpo foi liberado do Instituto Médico Legal. De acordo com a assessoria de imprensa do Exército, o jovem era tenente e atuava como médico-residente na Escola de Saúde, que fica no Rio de Janeiro.

Gabriel foi atingido nas costas, costela, nuca e bochecha, provavelmente efetuados por uma arma calibre 32. O delegado plantonista Yasser Yassine afirma que os locais dos disparos sugerem a prática de uma execução.

"A suspeita é de execução pelo modus operandi do crime. Esses tiros na nuca e na bochecha nos leva a crer isso. Se fosse um assalto, não teria necessidade desses disparos. Porém, não descartamos outras hipóteses", disse o delegado ao G1.

A perícia já foi realizada, mas o delegado que não pode adiantar mais informações sobre o procedimento para não atrapalhar as investigações.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas