Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil simula resgate de civis em área de conflito ou desastre natural (VÍDEO)

A Marinha do Brasil realizou entre os dias 6 e 14 de novembro a Operação Atlântico, na praia de Itaoca, no Espírito Santo. A simulação deste ano treinou os oficiais para casos em que houvesse resgate de civis em uma área de conflito armado ou que foram alvos de desastres naturais.
Sputnik

Era por volta de 5h40 do dia 10 de novembro, um sábado, ainda estava amanhecendo, quando o Almirante Paulo Martinho Zucaro, Comandante da Força de Fuzileiros da Esquadra, olhou e disse para a reportagem da Sputnik Brasil: "É guerra".


A declaração foi dada para explicar os motivos de se realizar um treinamento deste porte mesmo em condições extremamente desfavoráveis. A chuva era forte, as ondas na beira da praia atingiam 1,5 metros e os ventos chegaram a 20 km/h. O nível de dificuldade preocupava o alto comando, mas não foi um problema para os fuzileiros e marinheiros.

Antes do amanhecer, sete Carros Lagarta Anfíbios (CLAnf) chegaram à praia e deram início ao desembarque. Após eles chegarem foi…

Mídia: coalizão dos EUA volta a atacar província síria de Deir ez-Zor

O bombardeio aéreo se segue a uma série de ataques à província síria de Deir ez-Zor, realizados neste mês pelas forças da coalizão. Os ataques anteriores na área levaram o governo sírio a dirigir-se à ONU para resolver a questão, tendo havido relatos sobre uso de fósforo branco, proibido pelas normais internacionais.


Sputnik

A coalizão internacional encabeçada pelos EUA levou a cabo ataques aéreos contra a província de Deir ez-Zor, noticiou nesta terça-feira (30) o canal Al Mayadeen TV através de sua conta oficial no Twitter.


Ataque aéreo da coalizão internacional na Síria (foto de arquivo)
Ataque aéreo da coalizão dos EUA à Síria © AP Photo / Bram Janssen

Ontem (29), a agência estatal síria SANA, citando fontes locais, comunicou que a coalizão liderada pelos EUA atacou a cidade síria de Hajin com utilização de fósforo branco.

As informações sobre o ataque da coalizão vêm depois de outro ataque ao povoado de Al-Sousse, situado na parte do sul da província de Deir ez-Zor, que teria matado 5 civis, entre eles dois menores de idade.

Anteriormente neste mês, em uma carta à ONU Damasco acusou a coalizão dos EUA de ter violado o direito internacional e matado civis, reforçando que os EUA na verdade não estão lutando contra o terrorismo. O Ministério das Relações Exteriores sírio apelou à ONU para que investigasse o ataque aéreo da coalizão que teve lugar em Deir ez-Zor e teria matado 62 pessoas.

Desde 2014, os EUA e seus aliados estão levando a cabo uma operação na Síria e no Iraque contra a organização Daesh (proibida na Rússia e em vários outros países), entretanto no território sírio as forças da coalizão estão operando sem permissão de Damasco.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas