Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pentágono se diz pronto para admitir ter muitos 'criminosos' nas suas tropas

Depois que uma série de terríveis desastres de relações públicas que expôs soldados de elite dos EUA sendo presos por posse de drogas, abuso, estupro e assassinato, o Pentágono está reprimindo questões disciplinares em seu Comando de Operações Especiais, segundo um novo relatório.
Sputnik

Com "alegações de falta grave" acumulando-se altas demais para serem ignoradas após duas décadas de guerra, o general Raymond "Tony" Thomas, chefe do Comando de Operações Especiais, e Owen West, chefe de Operações Especiais e Conflito de Baixa Intensidade do Pentágono, esboçaram um ambicioso plano de 90 dias para descobrir como o corpo de elite militar se perdeu.


O primeiro de seu tipo, a avaliação profissional pretende "rever e reforçar os padrões éticos e de conduta", segundo documentos adquiridos pelo jornal The Washington Times.

"O primeiro passo em qualquer programa de tratamento é admitir que você tem um problema", disse uma autoridade do Comando de Operações…

Mídia: EUA e Israel usam Ucrânia para obter segredos dos mísseis S-300

Uma delegação conjunta dos EUA e de Israel visitou a Ucrânia para tentar obter informação sobre várias armas importantes, inclusive de complexos russos S-300, recentemente implantados na Síria, visto que, após a queda da URSS, Kiev herdou cerca de 250 unidades de S-300.


Sputnik

Em resposta ao fornecimento dos sistemas de defesa antiaérea S-300 à Síria, os Estados Unidos enviaram 18 caças F-15C Eagle de quarta geração para participarem de exercícios militares na Ucrânia, enquanto Israel enviou vários pilotos de caças F-16 para tentar "testar" o S-300, comunicou Khang Minh, autor do artigo publicado no Soha News.

Sistemas de mísseis antiaéreos S-300
S-300 Favorit © Sputnik / Yuri Shipilov

Segundo se destaca na mídia, a análise das capacidades do sistema S-300 em colaboração com a parte ucraniana convenceu o comando militar israelense da invulnerabilidade e da suposta vantagem dos caças F-35 de quinta geração caso venham a enfrentar os mísseis S-300 posicionados na Síria.

Os caças norte-americanos F-15C Eagle aterrissaram pela primeira vez no território da Ucrânia em 6 de outubro. De acordo com as declarações oficiais de Kiev e Washington, esses aviões estão alegadamente envolvidos nos exercícios internacionais Clear Sky 2018. No evento participam militares de nove países, oito dos quais, exceto a Ucrânia, integram a OTAN.

No início de outubro, Moscou concluiu a entrega de 49 componentes dos sistemas de defesa antiaérea S-300 à Síria. Tal medida foi tomada após a derrubada acidental do avião russo pela defesa antiaérea síria. A aeronave foi alegadamente usada como escudo pela Força Aérea de Israel e provocou a morte dos 15 militares que estavam a bordo.

O ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, observou que os fornecimentos destes sistemas a Damasco foram suspensos a pedido de Israel em 2013, mas agora a situação mudou, e não foi por culpa da Rússia.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas