Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pentágono se diz pronto para admitir ter muitos 'criminosos' nas suas tropas

Depois que uma série de terríveis desastres de relações públicas que expôs soldados de elite dos EUA sendo presos por posse de drogas, abuso, estupro e assassinato, o Pentágono está reprimindo questões disciplinares em seu Comando de Operações Especiais, segundo um novo relatório.
Sputnik

Com "alegações de falta grave" acumulando-se altas demais para serem ignoradas após duas décadas de guerra, o general Raymond "Tony" Thomas, chefe do Comando de Operações Especiais, e Owen West, chefe de Operações Especiais e Conflito de Baixa Intensidade do Pentágono, esboçaram um ambicioso plano de 90 dias para descobrir como o corpo de elite militar se perdeu.


O primeiro de seu tipo, a avaliação profissional pretende "rever e reforçar os padrões éticos e de conduta", segundo documentos adquiridos pelo jornal The Washington Times.

"O primeiro passo em qualquer programa de tratamento é admitir que você tem um problema", disse uma autoridade do Comando de Operações…

Novo porta-aviões da Marinha russa terá convés mais largo

O novo porta-aviões russo poderia ter um convés alargado, o que permite aumentar o potencial de combate e o número de aeronaves a bordo do navio.


Sputnik

Segundo comunicou o chefe do Departamento de Projetos do Centro de Pesquisas Krylov, Aleksei Litsis, ao canal Zvezda, o novo porta-aviões russo pode vir a ter um convés comparável em largura aos análogos norte-americanos da classe Nimitz.

Porta-aviões russo Admiral Kuznetsov (foto de arquivo)
Porta-aviões russo Admiral Kuznetsov © Sputnik / Sergei Eschenko

"Desenvolvemos um projeto de um porta-aviões com a parte subaquática melhorada que permitirá aumentar a largura da plataforma de decolagem. Por exemplo, o porta-aviões Nimitz tem uma largura de 78 metros. Conseguimos atingir o mesmo tamanho", afirmou.

Segundo o especialista, o comprimento do convés será de 300 metros, enquanto o deslocamento do novo navio será de 44 mil toneladas. Um modelo do futuro porta-aviões foi apresentado no Fórum Militar ARMY 2018.

"Este projeto foi desenvolvido para exportação e possivelmente utilizará combustível orgânico não nuclear, o que reduziria significativamente os custos de estacionamento do navio", acrescentou Litsis.

Atualmente, a Marinha russa tem apenas um porta-aviões, o Admiral Kuznetsov. O comprimento total do navio é de 304,5 metros, a largura máxima do seu convés atinge 67 metros, com um deslocamento de 59.100 toneladas.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas