Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Irã desloca sistema russo de defesa S-300 para a costa do golfo Pérsico (VÍDEO)

Uma coluna de caminhões iranianos transportando vários sistemas anti-aéreos russos S-300 Favorit para a costa do golfo Pérsico foi capturada em vídeo por um motorista e postada no YouTube.
Sputnik

O vídeo mostra como caminhões transportam partes dos sistemas antiaéreos e coincide com a escalada de tensão entre os Estados Unidos e o Irã com o envio de um grupo de combate naval dos EUA para a costa iranianas, relata Alarabiya.


Segundo o jornal russo Rossiyiskaya Gazeta, o envio dessas unidades do S-300 para a costa persa responde à crescente presença militar e naval dos Estados Unidos. O artigo também explica que as unidades não viajam sozinhas por via terrestre e fazem isso em caminhões para preservar sua vida útil e garantir a segurança durante a viagem.

Em 13 de maio, o comandante das Forças Aeroespaciais da Guarda Revolucionária Islâmica, Amir Ali Hajizadé, assegurou que o país persa estava pronto para atacar os Estados Unidos devido à presença do referido grupo naval na região.

Hajizadé…

Pelo menos 20 mortos em ataque da coalizão no Iêmen

Pelo menos 20 pessoas foram mortas e outras 10 ficaram feridas em ataques aéreos realizados pela coalizão EUA e Arábia Saudita nesta quarta-feira na cidade de Bayt al Faqih, no oeste do Iêmen, informou a imprensa local.


Sputnik

O ataque aéreo foi realizado horas depois dos ataques anteriores que mataram três civis, incluindo uma criança menor, e feriram outras seis pessoas, informou o canal de TV Masirah.


Bombardeios da coalizão no Iêmen
Bombardeio da coalizão no Iêmen © Sputnik

Um relatório recente da ONU informou que os ataques aéreos da coalizão liderada pela Arábia Saudita — que atingiu mercados ao ar livre, clínicas de saúde, escolas, funerais e casamentos, segundo relatos publicados — foram responsáveis por mortes e ferimentos de 16 mil civis nos últimos três anos.

A coalizão internacional liderada pelos sauditas tem realizado ataques aéreos no Iêmen em apoio ao governo do país, lutando contra o grupo rebelde Houthi desde 2015. Ambos os lados foram acusados ​​por organizações internacionais e grupos de direitos humanos de cometer hostilidades contra os civis iemenitas.

O chefe do Comando de Operações Especiais da Força Aérea dos Estados Unidos, o tenente-general Brad Webb, disse em uma coletiva de imprensa na semana passada que os EUA não tinham planos de mudar seu apoio logístico às operações militares lideradas pela Arábia Saudita no Iêmen.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas