Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Análise: Brasil poderia se tornar 'vigilante' dos EUA na América Latina

O presidente norte-americano, Donald Trump, referiu a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN. O analista russo Pavel Feldman avaliou a possibilidade de entrada do Brasil na aliança, bem como que papel poderia desempenhar o Brasil no conflito na Venezuela.
Sputnik

Durante a visita oficial do presidente do Brasil Jair Bolsonaro aos EUA, foram discutidos os assuntos internacionais mais importantes, entre eles a cooperação bilateral entre os EUA e o Brasil e a situação na Venezuela.


Uma das declarações mais sensacionais foi a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN, referida pelo presidente dos EUA Donald Trump.

O vice-diretor do Instituto de Estudos Estratégicos e Prognósticos da Universidade Russa da Amizade dos Povos, Pavel Feldman, revelou em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik que os EUA são apenas um dos países da OTAN, há outros países cuja opinião deveria ser levada em conta nesse assunto.

Segundo ele, se o Brasil aderir à OTAN ele vai desempenhar o papel de vigilante d…

Putin: Moscou ajudará Damasco a eliminar terroristas em Idlib

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alegou que Moscou pode ajudar Damasco a eliminar a ameaça terrorista em Idlib em caso de provocação.


Sputnik

Além disso, o presidente da Rússia confirmou que Moscou, Paris, Berlim e Ancara assinaram uma declaração conjunta sobre a Síria neste sábado em Istambul.


Resultado de imagem para vladimir putin
Vladimir Putin | Reprodução

"A declaração conjunta reflete a vontade da Rússia, Turquia, Alemanha e França de continuar aprofundando a cooperação com objetivo de melhorar a situação na Síria, promover o diálogo sírio e de realizar as reformas necessárias", disse o líder russo durante uma coletiva de imprensa ao final da reunião.

Putin também pediu para que o comitê constitucional sírio iniciasse os trabalhos o mais breve possível e advertiu que a necessidade de mudança no país árabe é clara.

"Esperamos que o lado turco termine o mais breve possível a evacuação das forças da oposição, das armas pesadas e das unidades militares da zona desmilitarizada", disse o presidente russo.

Vladimir Putin também propôs realizar uma conferência internacional sobre refugiados sírios e observou que, junto com seus colegas, viu a necessidade de expandir o termo "ajuda humanitária".

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas