Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China desenvolve 2 novos bombardeiros furtivos ao mesmo tempo, diz inteligência americana

A Força Aérea da China, que já tem dois caças furtivos, está trabalhando em dois novos projetos de aviões furtivos de médio e longo alcance, informou um relatório da inteligência militar dos EUA.
Sputnik

Os fabricantes de aviões chineses estão envolvidos em dois projetos de bombardeiros furtivos ao mesmo tempo, informou a edição Aviation Week, citando um relatório da Agência de Inteligência do Departamento de Defesa dos EUA.


A existência de um desses projetos, H-20 ou H-X, foi confirmada pela Força Aérea Chinesa em 2017. Entretanto, não foi divulgada nenhuma informação confiável sobre o segundo projeto.

De acordo com o Pentágono, o segundo projeto, designado JH-XX, envolve o desenvolvimento de um caça-bombardeiro de médio alcance. O avião será equipado com radar AESA, mísseis ar-ar e mísseis ar-terra. Os especialistas em inteligência militar estadunidense acreditam que essa aeronave entrará em serviço da Força Aérea chinesa não antes de 2025.

No desenvolvimento desses novos aviões de comba…

Rebeldes houthi explodem tanque saudita (VÍDEO)

Os rebeldes Houthi aniquilaram um tanque M1A2S Abrams das Forças Armadas Sauditas. O vídeo da explosão foi postado no Twitter.


Sputnik

O tanque estava localizado na província saudita de Jizan, que faz fronteira com o Iêmen. Na gravação, você pode ver como a equipe de Abrams atira contra os Houthis.


Tropas do exército saudita deixam posições durante o ataque de Houthi | Reprodução Twitter

​Um projétil lançado de uma arma desconhecida atingiu o tanque e forçou sua tripulação a abandoná-lo. Depois disso, os rebeldes o incendiaram.

O M1 Abrams é o principal tanque de combate dos EUA e é produzido em massa desde 1980. Foi colocado a serviço das Forças Armadas de diferentes países, incluindo a Arábia Saudita.

Desde 2014, o Iêmen passou por um conflito armado entre os partidários do presidente Abd Rabu Mansur Hadi e os rebeldes Houthi do movimento Ansar Allah. Em março de 2015, uma coalizão liderada pela Arábia Saudita e composta principalmente pelos países do Golfo Pérsico interveio no conflito do governo.


Veja o VIDEO

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas