Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pentágono se diz pronto para admitir ter muitos 'criminosos' nas suas tropas

Depois que uma série de terríveis desastres de relações públicas que expôs soldados de elite dos EUA sendo presos por posse de drogas, abuso, estupro e assassinato, o Pentágono está reprimindo questões disciplinares em seu Comando de Operações Especiais, segundo um novo relatório.
Sputnik

Com "alegações de falta grave" acumulando-se altas demais para serem ignoradas após duas décadas de guerra, o general Raymond "Tony" Thomas, chefe do Comando de Operações Especiais, e Owen West, chefe de Operações Especiais e Conflito de Baixa Intensidade do Pentágono, esboçaram um ambicioso plano de 90 dias para descobrir como o corpo de elite militar se perdeu.


O primeiro de seu tipo, a avaliação profissional pretende "rever e reforçar os padrões éticos e de conduta", segundo documentos adquiridos pelo jornal The Washington Times.

"O primeiro passo em qualquer programa de tratamento é admitir que você tem um problema", disse uma autoridade do Comando de Operações…

Rebeldes sírios começam a retirar armas pesadas da zona tampão de Idlib

Duas autoridades rebeldes sírias apoiadas pela Turquia disseram à Reuters que grupos rebeldes começaram a retirar armas pesadas de uma zona desmilitarizada no noroeste da Síria na manhã de sábado.


Pars Today

"O processo de retirada de armas pesadas começou nesta manhã e continuará por vários dias", disse um oficial rebelde à Reuters.

Rebeldes sírios começam a retirar armas pesadas da zona tampão de Idlib

Durante anos, os rebeldes derrotados da Síria fugiram para o território do norte de Idlib, que foi estabelecido como uma "zona de desescalada" garantida pela Turquia, Rússia e Irã. Enquanto o governo retomava áreas como Aleppo e Ghouta Oriental, a rendição de combatentes e suas famílias foi enviada para Idlib sob um acordo negociado pela Rússia, aliada do regime.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas