Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Por que alguns países ocidentais não querem libertação de Idlib?

A libertação de Idlib marcará a vitória total das forças governamentais e o fracasso dos planos de países ocidentais de derrubar as autoridades legítimas sírias.
Sputnik

No entanto, segundo Pierre Le Corf, ativista francês que vive em Aleppo, a tarefa não será fácil. 


"Será muito difícil libertar Idlib, porque todas as forças da coalizão lideradas pelos EUA e governos [ocidentais] envolvidos na guerra até o momento se opõem à libertação da província", disse Le Corf à Sputnik França.

Ele comentou que assim que a província síria de Idlib for libertada, terá que "libertar as zonas ocupadas ilegalmente pelos EUA, França e até pela Itália no norte do país". Por esse motivo, nenhum desses países quer a libertação da província.

Le Corf salientou que a intenção de manter o status atual poderia levar a "um massacre da população civil de Idlib", referindo-se às múltiplas advertências dos militares sírios e russos sobre a possível encenação de ataques químicos com o prop…

Rússia assina acordo com Índia para fornecimento de S-400 'Triumph'

Apesar de ameaça de sanções dos EUA, Índia pagará US$ 5 bilhões por sistemas de defesa antiaérea russos.


Nikolai Litôvkin | Russia Beyond

Na última sexta-feira (5), o presidente russo Vladimir Putin e o primeiro-ministro indiano Narendra Modi assinaram um acordo para o fornecimento à Índia de sistemas de defesa antiaérea russos S-400 “Triumph” no valor de US$ 5 bilhões. O armamento permitirá que a Índia construa seu próprio sistema antiaéreo Iron Dome (em português, “Cúpula de Ferro”).

Resultado de imagem para s-400 triumph
S-400 Triumph | Reprodução

O acordo foi assinado apesar das ameaças de Washington de possíveis sanções financeiras contra a Índia.

As datas da entrega ainda são desconhecidas. Mas, segundo analistas militares russos, Moscou terá que construir um lote de sistemas S-400 para a Turquia e a China ainda antes de preparar o lote para a Índia.

O S-400 Triumph é um sistema de nova geração de mísseis antiaéreos de médio e grande alcance que consegue atingir aviões a uma distância de até 400 quilômetros. A uma distância de até 60 quilômetros, ele pode alcançar alvos balísticos táticos voando a até 4,8 km/s.

Não há nenhum análogo estrangeiro que possa trabalhar simultaneamente 12 alvos, a um raio de 400 quilômetros de distância das posições em que eles se encontram e, em perspectiva, abater alvos no espaço próximo.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas