Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China desenvolve 2 novos bombardeiros furtivos ao mesmo tempo, diz inteligência americana

A Força Aérea da China, que já tem dois caças furtivos, está trabalhando em dois novos projetos de aviões furtivos de médio e longo alcance, informou um relatório da inteligência militar dos EUA.
Sputnik

Os fabricantes de aviões chineses estão envolvidos em dois projetos de bombardeiros furtivos ao mesmo tempo, informou a edição Aviation Week, citando um relatório da Agência de Inteligência do Departamento de Defesa dos EUA.


A existência de um desses projetos, H-20 ou H-X, foi confirmada pela Força Aérea Chinesa em 2017. Entretanto, não foi divulgada nenhuma informação confiável sobre o segundo projeto.

De acordo com o Pentágono, o segundo projeto, designado JH-XX, envolve o desenvolvimento de um caça-bombardeiro de médio alcance. O avião será equipado com radar AESA, mísseis ar-ar e mísseis ar-terra. Os especialistas em inteligência militar estadunidense acreditam que essa aeronave entrará em serviço da Força Aérea chinesa não antes de 2025.

No desenvolvimento desses novos aviões de comba…

Rússia poderá vender armas a Cuba no valor superior a US $ 50 milhões

A Rússia emprestará a Cuba mais de US$ 50 milhões para compras de equipamento militar russo, informou o jornal russo Kommersant, citando duas fontes na esfera de cooperação técnica e militar dos dois países.


Sputnik

De acordo com as fontes, os respectivos acordos serão assinados durante a 16ª comissão intergovernamental sobre economia, comércio e cooperação técnico-científica, a ser realizada em Havana nos dias 29 e 30 de outubro. No entanto, nem a Rússia nem Cuba confirmaram os relatos.

Tanque ruso T-90 armado
Tanque russo T-90 © Sputnik / Dmitry Korobeinikov

"Essa soma será revertida diretamente para a cooperação técnico-militar. Junto com este acordo, um conjunto de documentos econômicos gerais e acordos iniciados pelo ministério das Finanças da Rússia serão assinados, mas com outros valores", observou uma fonte familiarizada com as negociações.

Cuba poderá usar os recursos para adquirir veículos blindados e helicópteros. "Em separado, deverão ser adquiridas peças sobressalentes, ferramentas e equipamentos para os veículos comprados anteriormente como, por exemplo, tanques T-62 ou veículos blindados APC-60", disse a fonte.

O jornal informou que Havana também planejava comprar equipamentos industriais sob contratos separados. Além disso, a cooperação também pode resultar em um projeto conjunto para produção de armamentos leves.

O contrato de empréstimo anterior entre a Rússia e Cuba na referida esfera foi concluído em 2009 e posteriormente foi prorrogado por duas vezes, em 2010 e 2011. Em 2017, Havana se dirigiu formalmente à Rússia solicitando a modernização do equipamento operacional do país.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas