Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Trump diz que 'certamente' entraria em guerra com o Irã, mas 'não agora'

O presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou que consideraria uma ação militar contra o Irã para impedir que a República Islâmica consiga armas nucleares. A briga entre Teerã e Washington aumentou depois que os EUA acusaram o Irã de atacar dois petroleiros.
Sputnik

"Eu certamente vou considerar as armas nucleares", disse Trump à revista Time na terça-feira, quando perguntado sobre o que poderia levá-lo a declarar guerra ao Irã. "E eu manteria o outro um ponto de interrogação".

A reportagem não especificou se o presidente elaborou o cenário de lançar um conflito armado de pleno direito com a República Islâmica sobre seu programa nuclear. Quando um repórter perguntou a Trump se ele estava considerando uma ação militar contra o Irã agora, ele respondeu: "Eu não diria isso. Eu não posso dizer isso".

Seus comentários foram feitos um dia depois de o Pentágono ter enviado 1.000 soldados extras para o Oriente Médio "para fins defensivos".

Os Estados Unidos cu…

Rússia testa seu arsenal nuclear durante manobras militares (VÍDEOS)

As Forças Armadas da Rússia realizaram na quinta-feira (11) exercícios das forças nucleares estratégicas a pedido do presidente Vladimir Putin. O Ministério da Defesa russo divulgou os vídeos das manobras no YouTube.


Sputnik

Segundo o comunicado da entidade militar, nas manobras participaram a Força Aérea, o Exército e a Marinha, assim como os sistemas de alerta sobre ataques de mísseis. Durante os exercícios, os militares efetuaram testes de mísseis balísticos, mísseis de cruzeiro e mísseis ar-ar a partir do mar de Barents e do mar de Okhotsk.


Bombardeiros estratégicos Tu-95MS Sevastopol, Izborsk e Kaluga durante a parte aérea da Parada da Vitória
Bombardeiros russos Tupolev Tu-95M © Sputnik / Aleksandr Vilf

Os treinamentos contaram com a participação de submarinos, incluindo submarinos nucleares das Frotas do Norte e do Pacífico, bem como de bombardeiros estratégicos da Força Aérea da Rússia Tu-95MS, Tu-160 e Tu-22M.

O ministério sublinhou que o sistema espacial unificado e os radares terrestres detectaram oportunamente todos os lançamentos de mísseis balísticos efetuados a partir de submarinos.

Todas as missões indicadas nas manobras foram cumpridas, concluiu o ministério.







Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas