Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Por que alguns países ocidentais não querem libertação de Idlib?

A libertação de Idlib marcará a vitória total das forças governamentais e o fracasso dos planos de países ocidentais de derrubar as autoridades legítimas sírias.
Sputnik

No entanto, segundo Pierre Le Corf, ativista francês que vive em Aleppo, a tarefa não será fácil. 


"Será muito difícil libertar Idlib, porque todas as forças da coalizão lideradas pelos EUA e governos [ocidentais] envolvidos na guerra até o momento se opõem à libertação da província", disse Le Corf à Sputnik França.

Ele comentou que assim que a província síria de Idlib for libertada, terá que "libertar as zonas ocupadas ilegalmente pelos EUA, França e até pela Itália no norte do país". Por esse motivo, nenhum desses países quer a libertação da província.

Le Corf salientou que a intenção de manter o status atual poderia levar a "um massacre da população civil de Idlib", referindo-se às múltiplas advertências dos militares sírios e russos sobre a possível encenação de ataques químicos com o prop…

'Se contrapondo aos análogos russos': é divulgada FOTO do novo tanque leve dos EUA

Na Internet surgiram fotos do novo tanque leve norte-americano Griffin III, dotado de um canhão de 50 mm. Segundo a mídia, o novo veículo blindado é capaz de fazer frente aos análogos russos.


Sputnik

A foto do veículo blindado foi publicada pelo portal Defence Blog. O tanque foi apresentado em Washington, na exposição Associação do Exército dos EUA (AUSA, sigla em inglês). De acordo com a edição, o tanque Griffin III pesa até 40 toneladas, podendo elevar seu canhão até 85 graus.

General Dynamics debuts Griffin III with 50mm cannon during AUSA 2018
Griffin III | Photo by General Dynamics Land Systems

A empresa fabricante do tanque considera sua criação como "um salto revolucionário" no desenvolvimento do equipamento blindado. O tanque conta com uma torre modular, compatível com variadas configurações de armamentos, e um sistema integrado de proteção ativa. Os fabricantes do tanque acreditam que os Griffin III são adequados para um posicionamento rápido.

De acordo com o outro portal militar, defensemaven.io, o novo equipamento militar, criado principalmente para suporte de infantaria, é capaz de mudar a guerra terrestre. Analistas do portal acreditam que a mobilidade do equipamento permite atingir o inimigo antes de ele conseguir pará-lo. Além disso, tais veículos podem ser utilizados em condições de terreno acidentado.

Segundo detalhou o portal, as vantagens do equipamento manobrável na luta contra a infantaria foram reveladas por uma investigação especial, que estudou a experiência de utilização dos tanques no decorrer das guerras no Vietnã, Coreia, países do golfo Pérsico e na Segunda Guerra Mundial.

Além disso, o portal apontou que os novos veículos blindados leves serão capazes de fazer frente aos seus análogos russos.

Entretanto, de acordo com a edição russa Russkoe Oruzhie, para isso os fabricantes ocidentais devem se esforçar bastante, já que, por exemplo, o veículo antitanque russo Sprut, apelidado de "assassino de tanques", possuindo um canhão de 125 mm, pesa somente 18 toneladas, ou seja, menos do que o Griffin III, ultrapassando o tanque norte-americano em capacidade de manobra.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas