Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares juntam-se à polícia em protesto dos "coletes amarelos". Há 31 detidos

Os militares da operação antiterrorista "Sentinela" foram mobilizados para proteger as principais instituições francesas. Ao final da manhã, os coletes amarelos eram ainda em pequeno número na capital e quase invisíveis entre a população.
Diário de Notícias

As forças armadas francesas juntaram-se à polícia, este sábado, em Paris, para enfrentar o 19º fim de semana consecutivo de protestos dos coletes amarelos contra o governo do presidente Emmanuel Macron. Ao final da manhã, com os locais habituais de manifestação interditos e o reforço militar junto às principais instituições francesas, os "coletes amarelos" passavam quase despercebidos entre turistas e parisienses.

Segundo a Reuters, o governo francês decidiu mobilizar os militares da operação antiterrorista "Sentinela", depois de ter proibido os manifestantes de se reunirem nos Campos Elísios, onde no último fim de semana dezenas de lojas foram destruídas e algumas completamente pilhadas.

Além da presença …

Senador: Rússia nunca permitirá domínio da OTAN no Ártico

A grande atenção que a Rússia presta aos exercícios dos países da OTAN no Ártico é natural, já que Moscou não tem intenção de permitir o domínio da Aliança na região, declarou o senador russo Frants Klintsevich.


Sputnik

Anteriormente, o comandante dos fuzileiros navais da Marinha holandesa, Jeff Mac Mootry havia declarado que os navios de guerra e aviões russos tentam provocar as forças britânicas e holandesas no decurso das manobras da OTAN no Ártico.

Nova base russa Trifólio Ártico
Base russa Trifólio Ártico © Foto : Ministério da Defesa da Rússia

De acordo com o general, o número de navios de guerra russos tem aumentado significativamente em comparação com as décadas passadas. Para além disso, afirmou, os aviões russos começaram a voar demasiado perto dos navios da OTAN. Ele chamou tais ações de "provocações".

"Sendo uma potência ártica, a Rússia tem os seus interesses estratégicos na região, que ela vai defender com toda a firmeza, rigorosamente de acordo com o direito internacional. Por isso, é bem clara e natural a nossa atenção em relação aos exercícios da Aliança no Ártico. Que ninguém duvide: a Rússia nunca permitirá o domínio da OTAN na região", disse Klintsevich citado pelo seu serviço de imprensa.

Segundo o senador russo, a afirmação do general holandês não está ligada de modo nenhum à garantia de segurança no Ártico. "É mais uma tentativa de demonizar a Rússia. Posso apenas lamentar que até os militares regulares ocidentais tenham começado a dedicar-se à politiquice", acrescentou Frants Klintsevich.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas