Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

'Temos armas hipersônicas': Rússia dará resposta à saída dos EUA do Tratado INF, diz Putin

A Rússia não deixará a decisão dos Estados Unidos de retirar-se unilateralmente do tratado de armas nucleares sem resposta, garantiu o presidente russo Vladimir Putin, acrescentando que o país não precisa se unir a outra corrida armamentista.
Sputnik

Moscou ainda está pronta para continuar dialogando com Washington sobre o tratado bilateral que proíbe os mísseis de médio alcance, que se tornou uma das pedras angulares do desarmamento nuclear, disse o líder russo em uma reunião do governo em Sochi. Ainda assim, os EUA devem "tratar esta questão com total responsabilidade", disse o presidente, acrescentando que a decisão de Washington de retirar-se do acordo "não pode e não ficará sem resposta".


Estas não são ameaças vazias, advertiu Putin. Ele disse que a Rússia já havia advertido os EUA contra a saída do tratado ABM que regulamenta os sistemas de mísseis e avisou Washington sobre possíveis retaliações. "Agora, temos armas hipersônicas capazes de penetrar qualquer…

Sistemas a laser russos Peresvet seriam capazes de eliminar drones

As armas de combate a laser russas, tais como o sistema Peresvet, são capazes de combater drones de produção industrial e caseira, disse nesta sexta-feira (19) o diretor do Centro da Análise do Comércio Internacional de Armas, Igor Korotchenko, durante uma coletiva no escritório da Sputnik.


Sputnik

"Em condições de ambiente favoráveis, quando não há névoa, tempestade de areia e precipitações, ou seja, em condições ideais, os sistemas de combate a laser são bem eficazes para eliminar drones. É uma de suas áreas de intervenção. Quer dizer, qualquer base, qualquer objetivo que deve se proteger, deverá potencialmente se equipar com armas laser no futuro", disse o diretor do Centro, citando como exemplo o sistema de produção russa Peresvet.


Testes do sistema de combate a laser russo Peresvet
Sistema de combate a laser russo Peresvet © Sputnik / Ministério da Defesa da Rússia

Ao mesmo tempo, ele frisou que, além de restrições climáticas, os sistemas de combate a laser são exigentes quanto às instalações energéticas, por isso pode ser complicado garantir a potência necessária em condições de campo.

O sistema a laser Peresvet foi apresentado pelo presidente russo, Vladimir Putin, em 1º de março de 2018 durante sua mensagem anual à Assembleia Federal, entre vários outros novos armamentos avançados da Rússia, como os mísseis Kinzhal e Avangard.

Inicialmente, a arma não tinha nome, que posteriormente foi escolhido no decorrer de uma votação nacional. Mais tarde, o Ministério da Defesa da Rússia comunicou que os sistemas já tinham entrado no serviço do exército russo e sido instalados nos locais necessários.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas