Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Análise: Brasil poderia se tornar 'vigilante' dos EUA na América Latina

O presidente norte-americano, Donald Trump, referiu a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN. O analista russo Pavel Feldman avaliou a possibilidade de entrada do Brasil na aliança, bem como que papel poderia desempenhar o Brasil no conflito na Venezuela.
Sputnik

Durante a visita oficial do presidente do Brasil Jair Bolsonaro aos EUA, foram discutidos os assuntos internacionais mais importantes, entre eles a cooperação bilateral entre os EUA e o Brasil e a situação na Venezuela.


Uma das declarações mais sensacionais foi a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN, referida pelo presidente dos EUA Donald Trump.

O vice-diretor do Instituto de Estudos Estratégicos e Prognósticos da Universidade Russa da Amizade dos Povos, Pavel Feldman, revelou em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik que os EUA são apenas um dos países da OTAN, há outros países cuja opinião deveria ser levada em conta nesse assunto.

Segundo ele, se o Brasil aderir à OTAN ele vai desempenhar o papel de vigilante d…

Turquia iniciará em breve operação de grande escala contra curdos na Síria

Nesta terça-feira (30), o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, afirmou que em breve a Turquia dará início a uma ofensiva de grande escala contra as forças curdas sírias a leste do rio Eufrates.


Sputnik

Discursando no parlamento do país, Erdogan afirmou que o exército turco está pronto a derrotar a "estrutura terrorista" a leste do Eufrates.


Ofensiva da Turquia na Síria (foto de arquivo)
Ofensiva turca na Síria © REUTERS / Assessoria de Imprensa das Forças Revolucionárias da Síria

"Estamos prontos para derrotar a estrutura terrorista a leste do Eufrates. Já terminamos os preparativos para essa questão. Em breve, por meio de uma operação eficaz de grande escala, vamos encurralar a organização terrorista. Chegaremos um dia à noite subitamente", afirmou.

Neste domingo (28), a agência turca Anadolu comunicou que os militares turcos efetuaram ataques de artilharia contra posições dos curdos sírios a leste do rio Eufrates, no norte da Síria.

A Turquia considera as forças de autodefesa dos curdos sírios, que atuam no norte da Síria e são apoiadas pelos EUA, como organização terrorista ligada ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), proibido na Turquia.

Em 20 de janeiro deste ano, a Turquia deu início à operação maciça Ramo de Oliveira contra as formações curdas em Afrin. O Exército Livre da Síria (FDS) também atua nesta área. O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, declarou em 18 de março que Afrin é controlada pelo exército turco e pelo Exército Livre da Síria. As autoridades sírias condenaram as ações da Turquia, declarando que este território é parte integrante da Síria.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas