Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Análise: Brasil poderia se tornar 'vigilante' dos EUA na América Latina

O presidente norte-americano, Donald Trump, referiu a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN. O analista russo Pavel Feldman avaliou a possibilidade de entrada do Brasil na aliança, bem como que papel poderia desempenhar o Brasil no conflito na Venezuela.
Sputnik

Durante a visita oficial do presidente do Brasil Jair Bolsonaro aos EUA, foram discutidos os assuntos internacionais mais importantes, entre eles a cooperação bilateral entre os EUA e o Brasil e a situação na Venezuela.


Uma das declarações mais sensacionais foi a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN, referida pelo presidente dos EUA Donald Trump.

O vice-diretor do Instituto de Estudos Estratégicos e Prognósticos da Universidade Russa da Amizade dos Povos, Pavel Feldman, revelou em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik que os EUA são apenas um dos países da OTAN, há outros países cuja opinião deveria ser levada em conta nesse assunto.

Segundo ele, se o Brasil aderir à OTAN ele vai desempenhar o papel de vigilante d…

Turquia revela quando começará a instalar sistemas S-400 russos

O ministro da Defesa da Turquia, Hulusi Akar, indicou as datas previstas de instalação dos sistemas de defesa aérea russos S-400.


Sputnik

Segundo ele, a instalação dos sistemas no território da Turquia começará daqui a um ano.


Sistemas de mísseis S-400 Triumph do regimento de defesa antiaérea na cidade russa de Teodósia, na Crimeia
S-400 Triumph © Sputnik / Sergei Malgavko

"Os trabalhos para instalar os sistemas começarão em outubro de 2019. Agora estamos recrutando o pessoal", disse o ministro. Após a seleção, os especialistas viajarão para a Rússia para serem treinados e depois voltarão à Turquia para iniciar a instalação, acrescentou Akar, citado pela mídia turca.

De acordo com o ministro, o programa de fornecimento de caças norte-americanos F-35 à Turquia será prosseguido, devendo os próximos aviões ser entregues em março do ano que vem.

Na semana passada, o presidente turco Recep Tayyip Erdogan confirmou que a Turquia espera receber os sistemas russos em breve.

A Turquia teria começado a construir em setembro uma plataforma para os S-400, apesar das pressões de Washington.

Ancara e Moscou assinaram um contrato de fornecimento de sistemas de mísseis antiaéreos S-400 em dezembro de 2017. As partes também acordaram a cooperação tecnológica no campo do desenvolvimento da produção destes sistemas na Turquia.

Os Estados Unidos e outros representantes da OTAN, da qual a Turquia faz parte, expressaram preocupações quanto à compatibilidade das armas de produção russa com seus sistemas de defesa, afirmando ainda que isso poderia dar à Rússia acesso às tecnologias do F-35, caso o avião seja sincronizado com os S-400.

Anteriormente foi informado que o Congresso dos EUA tinha a intenção de parar o fornecimento de aviões F-35 à Turquia por causa dos planos de Ancara de comprar os sistemas antiaéreos russos.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas