Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha da Argentina fala sobre localização do submarino ARA San Juan

Embarcação desaparecida há 1 ano foi localizada neste sábado a 907 metros de profundidade. Ainda não há previsão de início dos trabalhos de resgate. 'Não temos meios para resgatar o submarino', diz ministro.
Por G1

A Marinha da Argentina informou neste sábado (17) que o submarino ARA San Juan, que sumiu há 1 ano com 44 tripulantes, foi encontrado a 907 metros de profundidade em uma área de "visibilidade bastante reduzida", e que a embarcação sofreu uma "implosão" no fundo das águas do Oceano Atlântico.

Segundo Enrique Balbi, porta-voz da Marinha, a proa, a popa e a vela se desprenderam do submarino e estão localizadas em uma área de 80 a 100 metros. “Isso sugere que a implosão tenha ocorrido muito perto do fundo”, disse.

Segundo a Marinha, as imagens mostram que o casco do submarino permaneceu bastante intacto, apenas com algumas deformações, e que todas as outras partes se desprenderam. A implosão teria ocorrido em razão da pressão externa do mar ter superado …

Um palestino morto e vários feridos depois de bombardeio israelense

Um palestino morreu e dezenas ficaram feridos enquanto aviões de combate israelenses levaram a cabo múltiplos ataques aéreos na sitiada Faixa de Gaza na madrugada de hoje.


Prensa Latina
Ramallah - Segundo a sede do Ministério da Saúde palestino em Gaza, o cidadão identificado como Naji Muhammad a o-Zaanin, de 25 anos, foi assassinado devido aos bombardeios no norte do enclave costeiro.


O exército israelense anunciou o ataque a um grupo de palestinos que supostamente lançou foguetes e bombas incendiárias contra as comunidades israelenses que rodeiam a faixa.

Os aviões de combate lançaram vários mísseis contra um lugar pertencente às Brigadas Izz a o-Din a o-Qassam, a braço militar do movimento palestino Hamas, no centro de Gaza.

Testemunhas presenciais confirmaram que foram levadas a cabo ataque aéreos no sul, centro e norte da Faixa; as colunas de fumaça fizeram-se visíveis em muitas áreas.

Também se escutaram fortes explosões na cidade de Khan Younis e no oeste da cidade de Rafah, no sul de Gaza.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas