Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

General brasileiro em forças dos EUA atrapalha laços com Moscou e Pequim, diz especialista

A decisão do Brasil de enviar um oficial para integrar as Forças Armadas dos Estados Unidos deve atrapalhar as relações do país com importantes aliados, como China e Rússia. A avaliação é do especialista em Relações Internacionais Paulo Velasco, que conversou nesta segunda-feira com a Sputnik sobre esse polêmico assunto.
Sputnik

Na última semana, se tornou pública no Brasil a notícia de que o país indicará, até o final do ano, um general para assumir um posto no Comando Sul (SouthCom) dos EUA, que cobre América Central, Caribe e América do Sul, provocando controvérsias.


De acordo com o comandante responsável, o almirante Craig Faller, os interesses norte-americanos na região seriam ameaçados por Rússia, China, Irã, Venezuela, Cuba e Nicarágua, países com os quais o Brasil poderá ter relações prejudicadas por conta dessa situação, conforme acredita Velasco, professor adjunto de Política Internacional do Departamento de Relações Internacionais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (U…

Cidade sul-mato-grossense é cercada por tropas do EB durante exercício de defesa externa

Entre os dias 5 e 9 de novembro, ocorreu, na área da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada (4ª Bda C Mec), o exercício do Período de Adestramento Avançado, denominado Operação Couraça, que foi inserido no contexto da avaliação da estrutura operacional da Brigada Guaicurus.


DefesaNet

Além de identificar a contribuição que os novos meios colocados à disposição da 4ª Bda C Mec trarão para a evolução da doutrina de emprego da Grande Unidade, o exercício também objetivou avaliar as estruturas de pessoal e material da Brigada, dotada de meios e materiais com alto grau de tecnologia agregada, como o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (SISFRON).

Foto: 1º Sgt Eberson

O exercício tático foi concebido e enquadrado em uma situação de campanha, no ambiente do amplo espectro dos conflitos. para sua execução, foram empregados cerca de 865 militares de organizações militares subordinadas à 4ª Bda C Mec e 348 viaturas, que deram todo o suporte operacional e logístico durante a manobra.

Nos dias 7 e 8 de novembro, no contexto de uma operação de defesa externa, foi realizado, pelo 10º Regimento de Cavalaria Mecanizado, uma ação de investimento e patrulhamento na cidade de Antônio João (MS), que ficou “cercada” por tropas do Exército. Na ocasião, aconteceram diversos exercícios simulados, com o objetivo de avaliar a estrutura de coordenação civil-militar da 4ª Bda C Mec.

Ação cívico-social

Ainda nos dias 7 e 8 de novembro, também no contexto da Operação Couraça, o Comando da 4ª Bda C Mec, por meio do 28º Batalhão Logístico e do 9º Grupamento Logístico, realizou uma ação cívico-social (ACISO) na localidade de Antônio João (MS).

Foram disponibilizados os seguintes serviços à população: atendimento médico e odontológico, oficina de escovação, aferimento de pressão arterial e recreação infantil. Ao todo foram cerca de 85 procedimentos odontológicos e 50 atendimentos médicos. Mais de 300 crianças participaram da oficina de escovação, receberam orientações sobre higiene bucal e ganharam um kit de higiene. Os pequenos também praticaram esportes.

Dentre as atividades cívicas, ocorreu o hasteamento do Pavilhão Nacional. Além disso, a banda de música levou um pouco de diversão aos participantes e militares procederam à pintura da escola da comunidade e proferiram palestras sobre o Exército Brasileiro.

Fonte: Agência Verde-Oliva

Comentários

Postagens mais visitadas