Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Executiva da Huawei deixa a prisão após pagar fiança no Canadá; ex-diplomata canadense é preso na China

Justiça aceitou pedido da chinesa, que foi detida a pedido dos Estados Unidos e corria risco de extradição. Fiança estipulada fixada em US$ 7,5 milhões.
Por G1

A diretora financeira da Huawei, Meng Wanzhou, foi solta nesta quarta-feira (12) depois de passar 11 dias presa no Canadá.

A executiva teve aceito o pedido de liberdade condicional, por um juiz canadense. O valor da fiança foi fixado em 10 milhões de dólares canadenses (US$ 7,5 milhões).

Meng saiu da prisão poucas horas depois da ordem do juiz, informou o canal Global News.

"O risco de que não se apresente perante o tribunal (para uma audiência de extradição) pode ser reduzido a um nível aceitável, impondo as condições de fiança propostas por seu assessor", disse o juiz, aplaudido na sala do tribunal pelos partidários da empresa chinesa, informa a France Presse.

As condições de libertação incluem a entrega de seus dois passaportes, que permaneça em uma de suas residências de Vancouver e use tornozeleira eletrônica. Além dis…

Cidade sul-mato-grossense é cercada por tropas do EB durante exercício de defesa externa

Entre os dias 5 e 9 de novembro, ocorreu, na área da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada (4ª Bda C Mec), o exercício do Período de Adestramento Avançado, denominado Operação Couraça, que foi inserido no contexto da avaliação da estrutura operacional da Brigada Guaicurus.


DefesaNet

Além de identificar a contribuição que os novos meios colocados à disposição da 4ª Bda C Mec trarão para a evolução da doutrina de emprego da Grande Unidade, o exercício também objetivou avaliar as estruturas de pessoal e material da Brigada, dotada de meios e materiais com alto grau de tecnologia agregada, como o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (SISFRON).

Foto: 1º Sgt Eberson

O exercício tático foi concebido e enquadrado em uma situação de campanha, no ambiente do amplo espectro dos conflitos. para sua execução, foram empregados cerca de 865 militares de organizações militares subordinadas à 4ª Bda C Mec e 348 viaturas, que deram todo o suporte operacional e logístico durante a manobra.

Nos dias 7 e 8 de novembro, no contexto de uma operação de defesa externa, foi realizado, pelo 10º Regimento de Cavalaria Mecanizado, uma ação de investimento e patrulhamento na cidade de Antônio João (MS), que ficou “cercada” por tropas do Exército. Na ocasião, aconteceram diversos exercícios simulados, com o objetivo de avaliar a estrutura de coordenação civil-militar da 4ª Bda C Mec.

Ação cívico-social

Ainda nos dias 7 e 8 de novembro, também no contexto da Operação Couraça, o Comando da 4ª Bda C Mec, por meio do 28º Batalhão Logístico e do 9º Grupamento Logístico, realizou uma ação cívico-social (ACISO) na localidade de Antônio João (MS).

Foram disponibilizados os seguintes serviços à população: atendimento médico e odontológico, oficina de escovação, aferimento de pressão arterial e recreação infantil. Ao todo foram cerca de 85 procedimentos odontológicos e 50 atendimentos médicos. Mais de 300 crianças participaram da oficina de escovação, receberam orientações sobre higiene bucal e ganharam um kit de higiene. Os pequenos também praticaram esportes.

Dentre as atividades cívicas, ocorreu o hasteamento do Pavilhão Nacional. Além disso, a banda de música levou um pouco de diversão aos participantes e militares procederam à pintura da escola da comunidade e proferiram palestras sobre o Exército Brasileiro.

Fonte: Agência Verde-Oliva

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas