Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares juntam-se à polícia em protesto dos "coletes amarelos". Há 31 detidos

Os militares da operação antiterrorista "Sentinela" foram mobilizados para proteger as principais instituições francesas. Ao final da manhã, os coletes amarelos eram ainda em pequeno número na capital e quase invisíveis entre a população.
Diário de Notícias

As forças armadas francesas juntaram-se à polícia, este sábado, em Paris, para enfrentar o 19º fim de semana consecutivo de protestos dos coletes amarelos contra o governo do presidente Emmanuel Macron. Ao final da manhã, com os locais habituais de manifestação interditos e o reforço militar junto às principais instituições francesas, os "coletes amarelos" passavam quase despercebidos entre turistas e parisienses.

Segundo a Reuters, o governo francês decidiu mobilizar os militares da operação antiterrorista "Sentinela", depois de ter proibido os manifestantes de se reunirem nos Campos Elísios, onde no último fim de semana dezenas de lojas foram destruídas e algumas completamente pilhadas.

Além da presença …

Conheça os Koala AW119, os novos helicópteros da Força Aérea

Divulgadas as primeiras imagens com a pintura oficial dos Koala AW119, que vão substituir os Alouette III em uso desde a guerra colonial.


Manuel Carlos Freire | Diário de Notícias

A Força Aérea revelou esta quarta-feira as primeiras imagens dos helicópteros Koala AW119 pintados com as cores e a Cruz de Cristo das aeronaves do ramo.


Koala AW119 da Força Aérea de Portugal pintado com as cores e a Cruz de Cristo | Reprodução

Portugal vai comprar pelo menos cinco Koala, mantendo-se a previsão de chegada até ao fim deste ano dos primeiros dois aparelhos, disse fonte oficial da Força Aérea ao DN.

Os Koala AW119MKII vão substituir os Alouette III da esquadra 552, que estão ao serviço da Força Aérea desde os tempos da guerra colonial em África.

Nos Estados Unidos está o núcleo inicial de pilotos e mecânicos a receber formação e tirar cursos de formadores junto do fabricante dos Koala, a empresa italiana Leonardo, para formarem os restantes elementos das tripulações da esquadra 552 - conhecida como Zangões - após o regresso a Portugal, adiantou o tenente-coronel Manuel Costa.

Com a chegada dos primeiros aparelhos - que virão desarmados - começa a chamada capacidade operacional inicial (IOC, sigla em inglês) dos Koala, na base aérea de Beja.

Os Koala AW119 operam de noite e virão equipados para apoiar as operações de combate aos fogos. Mas, em termos militares, esses helicópteros ligeiros podem cumprir as missões até agora desempenhadas pelos Alouette: instrução básica e avançada de voo, busca e salvamento, evacuação sanitária, patrulhamento e observação.

Capaz de transportar até sete passageiros ou uma maca e cinco passageiros, os Koala podem deslocar ainda 1400 quilos de carga suspensa.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas