Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA criticam bombardeiros russos na Venezuela: "Nós mandamos navio-hospital"

O coronel Robert Manning, porta-voz do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, criticou com veemência nesta segunda-feira o envio de bombardeiros russos à Venezuela e citou o envio de navio-hospital à região como exemplo do compromisso de Washington com a região.
EFE

Washington - "O enfoque dos EUA sobre a região difere do enfoque da Rússia. No meio da tragédia, a Rússia envia bombardeiros à Venezuela e nós mandamos um navio-hospital", declarou Manning durante uma entrevista coletiva realizada hoje no Pentágono.


O militar se referia com estas palavras ao USNS Comfort, que partiu em meados de outubro rumo à América Central e à América do Sul para oferecer ajuda sanitária aos milhares de refugiados venezuelanos amparados por diversos países da região.

"Enquanto nós oferecemos ajuda humanitária, a Rússia envia bombardeiros", lamentou Manning em referência ao envio uma esquadrilha de aviões russos, incluindo dois bombardeiros estratégicos T-160, capazes de carregar bomb…

Estados Unidos 'desenham' cenário de confronto para Ucrânia, diz senador russo

As provocações da Marinha de Kiev são semelhantes ao comportamento "corajoso" de um "garoto que tem um bandido por trás dele", disse o senador Oleg Morozov à Sputnik na segunda-feira (26) comentando a situação no mar de Azov.


Sputnik

Três navios militares da Ucrânia atravessaram a fronteira nacional da Rússia, entraram nas águas territoriais russas, […] em direção ao estreito de Kerch, afirmou neste domingo (25), a assessoria do Serviço Federal de Segurança russo.


Navio militar norte-americano Donal Cook e a fragata ucraniana Getman Sagaidachny durante os exercícios navais Sea Breeze-2015 em Odessa, Ucrânia, 1 de setembro de 2015 (foto de arquive)
Navios dos EUA e Ucrânia © AFP 2018 / ALEXEY KRAVTSOV

"Tenho a certeza que são os Estados Unidos quem está "desenhando" o cenário de confronto para a Ucrânia", disse o senador Oleg Morozov, membro do Comitê da Câmara Alta para Relações Internacionais.

De acordo com Morozov, "quando um garoto pequeno e desajeitado confronta um cara grande no pátio, sempre tem algum bandido por trás dele. […] Caso contrário, como iria ter tanta coragem?", conclui Morozov.

O Serviço Federal de Segurança (FSB) da Rússia declarou ontem (25) que os navios militares Berdyansk, Nikopol e Yanu Kapu da Marinha ucraniana violaram a fronteira russa, realizaram manobras perigosas e não reagiram às exigências legais dos navios da Guarda de Fronteiras e da Frota do Mar Negro da Rússia de pararem imediatamente, tendo por isso sido detidos.

O Serviço Federal de Segurança acrescentou que as autoridades ucranianas deveriam pensar melhor nas consequências das decisões que tomam.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas