Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil prevê inaugurar estação na Antártica em 2020, oito anos após incêndio

Obra é executada por uma empresa chinesa e, segundo a Marinha, se aproxima do final. Incêndio em 2012 destruiu estação, e dois militares morreram.
Por Guilherme Mazui | G1 — Brasília

Passados sete anos desde o incêndio que destruiu a Estação Antártica Comandante Ferraz, a Marinha prevê inaugurar a nova estação em março de 2020.

Executada pela empresa chinesa Ceiec, a obra se aproxima do final, segundo a Marinha, que prevê concluir as obras civis e a instalação de máquinas e mobiliário até 31 de março, iniciando um período de testes do complexo científico até março de 2020. Após os testes, a estação poderá receber militares e pesquisadores.

"A previsão de inauguração é março de 2020, quando os pesquisadores e o Grupo-Base [de militares] deverão ocupar em definitivo as instalações da nova Estação Antártica Comandante Ferraz", informou a Marinha ao G1.

Com investimento de US$ 99,6 milhões, o complexo receberá profissionais que atuam no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), criad…

EUA esperam que Rússia se mantenha 'permissiva' quanto a ataques de Israel na Síria

Washington espera que a Rússia continue permitindo que Israel ataque forças militares do Irã na Síria após a entrega de sistemas antiaéreos S-300, afirmou recentemente o embaixador dos Estados Unidos na Síria, James Jeffrey.


Sputnik

"A Rússia tem sido permissiva, na consulta com os israelenses, quanto aos ataques de Israel contra objetivos iranianos na Síria. Esperamos certamente que esta atitude permissiva se mantenha", disse Jeffrey na quarta-feira (7) durante uma coletiva de imprensa, citado pela Reuters.


Resultado de imagem para caça israelense
F-16 Sufa israelense | Reprodução

Em outubro, a Rússia entregou seus sistemas de defesa antiaérea à Síria após o incidente com um avião Il-20 que foi abatido por um S-200 sírio devido às manobras de caças israelenses.

Irã é outro aliado importante do presidente sírio Bashar Assad, mas Israel considera Teerã como seu principal inimigo e prometeu combater o crescimento militar iraniano no território sírio.

"Israel tem um interesse existencial em bloquear que o Irã instale sistemas de projeção de força de longo alcance […] dentro da Síria para serem usados contra Israel. Entendemos esse interesse existencial e apoiamos Israel", acrescentou o embaixador.

De acordo com Jeffrey, os EUA visam promover uma solução política do conflito e assegurar que todas as forças estrangeiras deixem o território sírio, com exceção da Rússia.

Teerã, por sua parte, afirmou que permanecerá no país árabe enquanto o presidente Assad quiser. Tal como a Rússia, o Irã está na Síria a pedido oficial de Damasco.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas