Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA podem dobrar contingente militar na América do Sul, diz chefe da inteligência russa

Os EUA podem aumentar seu contingente militar na América Central e do Sul de 20 mil para 40 mil homens, disse o vice-almirante Igor Kostyukov, chefe do Departamento Central de Inteligência (GRU, sigla em russo), do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia.
Sputnik

"Embora na América Latina não haja ameaça militar direta para a segurança dos EUA, Washington tem uma presença militar significativa [na região]. O Comando Conjunto das Forças Armadas dos EUA implantou na América Central e do Sul um contingente de 20 mil militares. No período de ameaças este pode aumentar para 40 mil militares", explicou Kostyukov.


De acordo com ele, os EUA podem provocar uma "revolução colorida" na Nicarágua e Cuba.

"As tecnologias de 'revolução colorida' testadas na Venezuela podem vir a ser usadas em breve na Nicarágua e em Cuba", disse ele.

Segundo Kostyukov, os EUA estão tentando estabelecer o controle total sobre a América Latina.

"A Administração dos EUA considera…

Exército Sírio anuncia fim de operação contra o Daesh no sul do país

O Estado-Maior das Forças Armadas da Síria anunciou nesta segunda-feira a conclusão de uma operação militar no planalto de Safa, o último reduto do grupo terrorista Daesh, o autoproclamado Estado Islâmico, no sul do país.


Sputnik

"O Estado-Maior anuncia que depois de uma operação precisa, o Exército Sírio estabeleceu controle total sobre a região do planalto de Safa, destruindo os militantes entrincheirados lá com um grande número de armas de calibre médio e grosso", diz o comunicado obtido pela Sputnik. 


Fumaça liberada em ataque aéreo realizado pelas forças do governo sírio numa região da província de Daraa tomada por rebeldes, sul da Síria (arquivo)
Ataque do governo a terroristas em Daraa, Síria © AFP 2018 / MOHAMAD ABAZEED

Ainda de acordo com o documento, a importância dessa vitória se dá pelo fato de essa localidade ser o últimos bastião dos jihadistas no deserto do sul da Síria.

"Um território de 380 quilômetros quadrados foi liberado", afirmou o Estado-Maior.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas