Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Exército Sírio anuncia fim de operação contra o Daesh no sul do país

O Estado-Maior das Forças Armadas da Síria anunciou nesta segunda-feira a conclusão de uma operação militar no planalto de Safa, o último reduto do grupo terrorista Daesh, o autoproclamado Estado Islâmico, no sul do país.


Sputnik

"O Estado-Maior anuncia que depois de uma operação precisa, o Exército Sírio estabeleceu controle total sobre a região do planalto de Safa, destruindo os militantes entrincheirados lá com um grande número de armas de calibre médio e grosso", diz o comunicado obtido pela Sputnik. 


Fumaça liberada em ataque aéreo realizado pelas forças do governo sírio numa região da província de Daraa tomada por rebeldes, sul da Síria (arquivo)
Ataque do governo a terroristas em Daraa, Síria © AFP 2018 / MOHAMAD ABAZEED

Ainda de acordo com o documento, a importância dessa vitória se dá pelo fato de essa localidade ser o últimos bastião dos jihadistas no deserto do sul da Síria.

"Um território de 380 quilômetros quadrados foi liberado", afirmou o Estado-Maior.

Comentários

Postagens mais visitadas