Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA: sanções contra Venezuela servem como 'alerta para atores externos, incluindo Rússia'

Na última terça-feira (17), o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, culpou a Rússia e a Venezuela pela crise de refugiados observada no país latino-americano.
Sputnik

O conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, John Bolton, anunciou nesta quarta-feira (17) que os EUA estão impondo uma nova rodada de sanções contra a Venezuela, acrescentando o banco central do país à lista de restrições. 

Segundo o conselheiro de Segurança Nacional, as sanções recém-aplicadas deveriam se tornar um alerta para "todos os atores externos, inclusive a Rússia".

Desde o início da crise política na Venezuela no início deste ano, os EUA impuseram várias rodadas de sanções, visando os setores petrolífero e bancário do país, bem como indivíduos ligados às autoridades do país.

A Venezuela está sofrendo grave crise política desde janeiro. Junto com outros países ocidentais, os EUA apoiam Juan Guaidó, que se proclamou presidente interino da Venezuela. Ao mesmo tempo, Rússia, China e Turquia, entre outros…

Hamas divulga detalhes do cessar-fogo com Israel

O movimento islâmico palestino Hamas, que controla a Faixa de Gaza, declarou neste sábado que a trégua com Israel inclui medidas para aliviar o bloqueio israelense à Gaza palestina, bem como a expansão da área de pesca, disse Ismail Radwan, um líder do grupo, em um comunicado.


Sputnik

"O acordo inclui a expansão da área de pesca ao largo da costa de Gaza de 14 para 20 milhas náuticas, disponibilidade de uma linha de eletricidade de alta tensão e facilitações para a exportação", disse Radwan.


Manifestação pela unidade política palestina une apoiadores do Hamas e do partido Fatah (foto de arquivo)
© AFP 2018 / SAIF DAHLAH

De acordo com o representante do Hamas, "a reconstrução de residências civis (destruídas por um bombardeio israelense) e o desenvolvimento de projetos para criar oportunidades de emprego para especialista" também estão contempladas no acordo de cessar-fogo.

Israel e os grupos palestinos chegaram a um cessar-fogo por um acordo indireto, mediado principalmente pelo Egito e pela ONU. A trégua colocou fim à pior escalada de violência na região desde a ofensiva israelense em Gaza no ano de 2014.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas